USDA: Com clima adverso, plantio do milho nos EUA atinge apenas 9% da área

Publicado em 26/04/2011 08:20 957 exibições
De acordo com o relatório de acompanhamento de safra divulgado pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), o plantio do milho no cinturão de produção norte-americano evoluiu pouco ou quase nada.

Até o último domingo, dia 24 de abril, a área semeada com o cereal era de 9% dos previstos 37,23 milhões de hectares. O índice ficou na ponta do esperado pelo mercado - entre 9 e 14%.

O processo está muito atrasado, uma vez que no mesmo período em 2010, o plantio já marcava 46% da área e a média dos últimos cinco anos é de 23%. Em uma semana, nos dois principais estados produtores dos EUA ficou praticamente parado.

Em Illionois, os trabalhos evoluíram apenas 1% e totalizaram, até domingo, 10%. No ano passado, nesta mesma época, eram 67%. Em Iowa, a situação é a mesma. O processo foi de 2 para 3% enquanto no ciclo passado, já atingia 61% da área.

O clima frio e úmido ainda continua sendo a principal causa do atraso do plantio do milho nos EUA. No último final de semana, intensas chuvas caíram por todo o Corn Belt. Além das precipitações, a baixa temperatura do solo também compromete e dificulta o processo.

Esse atraso tem provocado fortes altas no mercado do milho em Chicago nos últimos dias. A preocupação com a recomposição dos estoques finais norrte-americanos - que registram os menores níveis em 15 anos - e uma possível perda da área para a soja em função do mau andamento do processo influenciam positivamente as cotações na CBOT.

Clima prejudica o plantio da safra americana

As chuvas que atingem as lavouras americanas estão atrapalhando o desenvolvimento do plantio da safra de grãos e prejudicando as condições de culturas já semeadas. Dados divulgados pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) já sinalizam atrasos em comparação a 2010.

O relatório mostra que apenas 6% da área de trigo de primavera foi plantada até o último domingo. No mesmo período do ano passado, o plantio já estava concluído em 39% da área, enquanto na média dos últimos cinco anos o percentual alcançou 25%. Para o trigo de inverno, a preocupação é com as condições das lavouras, que pioraram na última semana. O USDA estima que 40% das lavouras são considerados pobre ou muito pobres. Na semana passada, 38% da área estava enquadrada nessas condições. No ano passado, para o mesmo período, eram apenas 6%.

Segundo o USDA, apenas 9% da área de milho foi semeada até domingo. Em uma semana, a semeadura avançou só dois pontos percentuais, o que deixa o desempenho muito abaixo de 2010 (46%) e da média dos últimos cinco anos (23%).

Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário