Milho: 50% da safrinha foi plantada após periodo recomendado em MT

Publicado em 12/05/2011 09:55 648 exibições
Após uma visita às áreas produtoras de milho safrinha no Mato Grosso, Goiás e Paraná, além de conversas com diversos produtores dessas regiões o que a Somar Meteorologia pôde constatar é que 50% do milho plantado no Mato Grosso foi efetuado após o término do período recomendado, ou seja, a partir do mês de março, desse modo, o risco de perdas por falta de chuva é muito grande e já há muitas lavouras com fortes prejuízos e muitas onde a produtividade não alcançará os 20 sacos por hectare. Por outro lado, somente 35% das lavouras do Mato Grosso já não correm risco de quebras, mesmo que não ocorram mais chuvas nesse mês. Segundo o agrônomo da Somar Meteorologia, Marco Antonio dos Santos, as perdas poderão superar os 3 milhões de toneladas no estado e perto de 1,2 milhões em Goiás; isso se não ocorrer chuvas nos próximos 15 dias. "No Paraná, a situação é bem melhor. Ainda há lavouras que correm o risco de quebras por déficit hídrico, mas o percentual não passa de 15% mas, mesmo assim, as quebras nessas lavouras serão baixas", informou o agrônomo. O grande problema para o Paraná e o Mato Grosso do Sul serão a ocorrência de geadas, caso venha ocorrer. Pois até o momento, os indicativos são de que haverá a entrada de massas de ar polar nestes próximos 20 dias, que derrubará as temperaturas. No entanto, a corrente de jato (ventos de alto altitude) está impedindo que essas massas de ar provoquem geadas, apenas haverá queda na temperatura; "Contudo, vale lembrar que se está falando de previsão meteorológica e que mudanças ao longo dos próximos dias poderão ocorrer e com isso, o monitoramento se faz muito necessário", alertou Santos.
Tags:
Fonte:
Só Notícias

0 comentário