Preço do milho em Goiás eleva 1,1% na última semana de outubro

Publicado em 03/11/2011 08:32 380 exibições
Após um forte recuo no preço do milho nas três primeiras semanas de outubro, a cotação do cereal registrou alta de 1,1% na última semana do mês, em Goiás, fechando outubro cotado a R$ 24,33/SC. Entre os motivos que levaram a esta recuperação, podemos destacar fatores externos e internos.

No panorama mundial, a elevação no preço do petróleo e a desvalorização do dólar auxiliaram a recuperação dos preços do milho na bolsa de mercadorias de Chicago (CBOT, sigla em inglês) no mês de outubro. A primeira posição do milho na bolsa americana saiu de US$ 5,90/bu em 1º de outubro para US$ 6,47/bu em 31 do mesmo mês, valorização de 9,66%.

A recuperação do preço do milho em Chicago influenciou dois fatores no Brasil, que por sua vez refletiram na recuperação interna do preço do milho nas regiões produtoras. Num primeiro momento, a valorização do milho no mercado externo eleva o fluxo de exportação do mercado brasileiro, reduzindo ainda mais os estoques internos. Outro fator é o recuo da parte vendedora no mercado, já que devem continuar aguardando uma melhora nos preços para comercializarem sua produção.

Sendo assim, o mercado do milho no país dependerá cada vez mais do ambiente externo e sua relação na precificação do cereal em Chicago, pois esta vem influenciando fortemente a dinâmica de preço no mercado interno. Esta será a dinâmica do mercado até a entrada da nossa safra, que deverá começar a ganhar importância em breve.

Tags:
Fonte:
FAEG

0 comentário