Banco do Brasil disponibiliza R$ 5,2 bilhões para aquisição antecipada de insumo para safrinha e inverno 2017

Publicado em 19/09/2016 11:52
469 exibições

O Banco do Brasil anuncia nesta segunda-feira, 19, a liberação de R$ 5,2 bilhões para o financiamento de custeio antecipado da safra 2017/2017 de milho, algodão e sorgo. As contratações já estão disponíveis nas agências da instituição em todo o país, incluindo as unidades da região centro-sul, que concentra grande parte da produção destas culturas e engloba os estados das regiões centro-oeste, sul e partes de São Paulo e Minas Gerais. O montante também é valido para as operações destinadas às culturas de inverno.

A aquisição antecipada de insumos proporciona ao produtor rural maior tranquilidade para a escolha do melhor momento e preços para realizar as suas compras, reduzindo seus custos, otimizando seus recursos financeiros e ampliando as margens do seu negócio.

O BB como maior parceiro do agronegócio tem como premissa estar ao lado do produtor rural em todas as etapas da cadeia produtiva, apoiando-o em todos os momentos de necessidade de crédito para o desenvolvimento das suas atividades produtivas. Esta é mais uma ação de parceria do Banco do Brasil, fortalecendo o agronegócio brasileiro.

Fonte: Banco do Brasil

1 comentário

  • André Luís Mota de Andrade Itumbiara - GO

    O que vemos como produtor rural a nível de agência do banco do brasil é a falta de recursos somado à falta de profissionais para analisar projetos com a rapidez e eficiência que o agronegócio necessita.

    0
    • WELLINGTON ALMEIDA RODRIGUESSUCUPIRA - TO

      Concordo com você André, perfeitamente é no tempo deles, acham que não temos a hora de plantar, hora de comprarmos os insumos e sementes, tive a felicidade de sair justamente de Itumbiara por causa disso, não aguentava mais esperar e dar viagens perdidas por causa desse banco do Brasil, lamento a falta de compromisso com o produtor rural, os que carregam o Brasil nas costas, precisamos tomar uma atitude radical para acharmos o equilíbrio nesse sistema, não podemos ficar todo o tempo vendo navios...!

      0