Bancada ruralista pede mais recursos ao agronegócio, diz presidente da FPA

Publicado em 12/02/2020 16:55
123 exibições

LOGO estadao
Brasília, 12 - Após reunião com o presidente Jair Bolsonaro, o líder da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado Alceu Moreira (MDB-RS), afirmou que o grupo pediu mais recursos para o setor, principalmente nas áreas de pesquisa, defesa e assistência técnica. A demanda foi reforçada durante café da manhã oferecido pelo presidente Jair Bolsonaro à bancada ruralista, no Palácio do Planalto, nesta quarta-feira, 12.

No fim do ano passado, Moreira afirmou que a bancada endureceria a relação com o governo justamente pela redução de recursos para o setor em 2020.

Só na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) o corte foi de quase metade do que foi destinado em 2019 - a proposta orçamentária do governo destina R$ 1,982 bilhão à estatal em 2020, redução de R$ 1,732 bilhão sobre o valor aprovado para este ano, de R$ 3,634 bilhões.

Agora, no entanto, ele defende que o governo "encontrou o caminho". De acordo com Moreira, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, marcou um encontro com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para discutir a questão orçamentária. Tudo, segundo o líder da FPA, foi planejado com o aval de Bolsonaro.

"O Orçamento agora está na mão da Câmara, na mão do Congresso. Temos que articular para conseguir os recursos necessários", disse Moreira ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. "O presidente se manifestou favorável (a aumentar recursos para o setor), mas disse que tem que haver uma articulação política entre os líderes e com o presidente da Casa, com o relator do Orçamento, junto com o Paulo Guedes para poder fazer isso", afirmou o presidente da FPA.

Fonte:
Estadão Conteúdo

0 comentário