Tereza Cristina: cooperativas precisam de capital de giro

Publicado em 23/04/2020 11:10 190 exibições

LOGO estadao

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse há pouco que as cooperativas estão precisando de capital de giro, diante da crise do coronavírus. Entretanto, não disse o que a pasta está pensando, no momento, sobre alguma subvenção a essas empresas. "As cooperativas precisam de capital de giro. O produtor está vendendo soja e vendendo o grão futuro com dólar a R$ 5,40, que para ele é um bom negócio", disse a ministra, em live promovida pelo banco Credit Suisse. "Essas empresas têm de ter dinheiro e o produtor vai continuar a produzir porque não sabe fazer outra coisa."

Ela comentou que "não entende" o risco que as instituições privadas veem nisso (em financiar capital de giro ao setor agropecuário). "Criou-se o hábito de o governo sempre fazer a subvenção. Mas temos de quebrar esse paradigma", defendeu a ministra, dizendo que, embora haja setores mais complicados (quanto ao risco de inadimplência), há outros, por exemplo, como soja e milho, que "não podem ter inadimplência". "Tenho conversado isso com o Banco do Brasil sobre inadimplência, mas soja e milho não podem ter inadimplência; eles (os produtores) têm de pagar, converso sempre com o setor", disse, e continuou: "Têm de pagar para ter crédito novo e confiança do mercado de que esse setor é realmente funcional".

Tereza Cristina reforçou que a iniciativa privada participe desse financiamento. "Temos de arrumar uma maneira de financiar esses (agricultores) que já estão e são produtivos e o governo cuidar dos pequenos e médios, que são mais complicados."

Ela lembrou, ainda, de uma importante ferramenta, a subvenção ao prêmio do seguro rural. "Não só eu, como outros ministros que me antecederam, lutaram para ampliar esses recursos", disse. "Consegui aumentar muito o valor (da subvenção) ao seguro. Porque acho que é isso o que vai dar um pouco mais de independência do dinheiro do Tesouro, que a gente sabe que é escasso."

Fonte:
Estadão Conteúdo

1 comentário

  • Washington Campos Morada Nova de Minas - MG

    Ministra da Agricultura, a senhora, com todo respeito, deve saber que o médio produtor quando tem um intempéries climáticas é executado pelo Banco do Brasil ou é obrigado a assinar um acordo diferente da capacidade de pagamento apresentado ao próprio banco... Pergunto...

    Pra que ficar procurando chifre em cavalo com essa história de seguro rural?...

    O Manual de Crédito Rural dá o direito de alongamento dos débitos porém, não obriga e ou criminaliza os bancos por não cumprir... Se a CNA e FPA se quiserem resolver o endividamento rural é só obrigar o sistema financeiro a cumprir

    Vcs não vão contra os grandes porém, são eleitos pelos pequenos e médios produtores também..

    0
    • Carlos William Nascimento Campo Mourão - PR

      O ministério é do agronegócio, e não da agricultura. Sempre trabalhou para as grandes empresas. Sua função é manter os agricultores com água abaixo do nariz.

      1