Financeiro: Dados positivos sobre Zona do Euro animam mercados nesta quinta-feira. Bovespa acompanha alta

Publicado em 15/12/2011 10:43 200 exibições
Uma notícia no site do Estado de S. Paulo desta quinta-feira informou que o índice de atividade composto dos Gerentes de Compras (PMI) da zona do euro subiu para 47,9 em dezembro, de 47,0 em novembro, ficando abaixo da marca de 50,0 que distingue uma contração. A leitura é a mais alta em três meses e a contração foi menos fraca que o declínio para 46,5 previsto pelos economistas, em razão do forte desempenho dos provedores de serviços da Alemanha e da França.

Essa é a principal informação que está dando suporte ao mercado financeiro nas negociações de hoje. Apesar da queda das bolsas de valores na Ásia por conta da aversão ao risco que ainda permanece por conta da crise da dívida europeia, a divulgação dos números em seguida trouxe um novo ânimo ao mercado, mesmo que rápido, impulsionando as bolsas europeias. Porém, os índices acionários  operam longe das máximas do dia.

De acordo com traders, nada mudou efetivamente nas últimas 24 horas e por conta disso, os participantes do mercado seguem avessos ao risco. No Brasil, a Bovespa pegou carona nesse bom dia para as bolsas europeias e também iniciou seus trabalhos em alta.

Nos links abaixo você confere as principais notícias sobre o desempenho do mercado financeiro nesta quinta-feira. Clique nos títulos e leia as notícias na íntegra:

>> No G1: Crise europeia gera aversão a risco e bolsas asiáticas recuam

As bolsas de valores asiáticas fecharam em baixa nesta quinta-feira (15), com o temor de que a crise de dívida da Europa esteja piorando levando investidores a vender ativos de maior risco e buscar refúgio no dólar.

O mau humor foi intensificado por uma pesquisa mostrando que a produção manufatureira da China encolherá novamente em dezembro, dando mais um revés para a economia global, que já sofre com a lentidão dos Estados Unidos e com a zona do euro voltando à recessão.

No Estadão:

>> Bolsas na Europa sobem, suportadas por índice de atividade positivo

As bolsas europeias operam em alta nesta quinta-feira, mas abaixo das máximas do dia, à medida que o rali alimentado pelo apetite por risco se provou de curta duração. Segundo traders, “nada mudou substancialmente nas últimas 24 horas em relação aos problemas da dívida da zona do euro, visto que ainda persistem as preocupações sobre certas nações que enfrentam potenciais rebaixamentos de ratings. Ainda assim, os dados do PMI da zona euro forneceram algum apoio, ajudando os índices a permanecerem em território positivo antes da divulgação de dados importantes dos EUA.

>> Bovespa tem alta com dados positivos na Europa

Dados positivos na Europa animam os mercados na manhã desta quinta-feira, 15, mas para o economista da Geral Investimentos, Denilson Alencastro, o cenário para o dia ainda é incerto. “O pregão deve ter ainda muita volatilidade”, diz.

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) abriu em alta de 0,02%, a 56.788 pontos. “Alguns números do PMI (índice de atividade) na Europa saíram melhores do que o esperado”, comenta Alencastro.

>> No Valor: Contração na zona do euro é inevitável no curto prazo, avalia BCE

A zona do euro talvez não consiga escapar de uma recessão por causa das medidas de austeridade tomadas pelos governos, observou o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi.

Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário