Contratação de crédito rural atinge R$ 61,2 bilhões

Publicado em 01/02/2012 14:03 383 exibições
Financiamentos para o Plano ABC registram crescimento de 78% entre julho e dezembro de 2011 sobre igual período de 2010
Os agricultores brasileiros contrataram R$ 61,2 bilhões para financiamento de custeio, investimento e comercialização entre os meses de julho e dezembro de 2011. O montante corresponde a 50% do total de R$ 123,23 bilhões programados no Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2011/2012 para financiar o setor. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 1º de janeiro, pelo secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Caio Rocha. Comparativamente ao período de julho a dezembro de 2010 foram financiados quase R$ 60 bilhões.As aplicações nos programas destinados ao custeio e à comercialização, a juros controlados de 6,75% ao ano, atingiram R$ 42,77 bilhões.

Outros destaques entre os financiamentos de investimento foram as contratações registradas por meio do Plano ABC, que utiliza boas práticas agrícolas. Foram R$ 274,9 milhões de julho a dezembro do ano passado, 78% a mais do que no mesmo período do ano anterior. O Programa de Sustentação do Investimento (PSI-BK), que contabilizou R$ 3,3 bilhões para a aquisição de máquinas agrícolas e estruturas de armazenagem, a juros de 6,5% ao ano, também foi considerado expressivo.

No período avaliado, também chamou atenção os financiamentos concedidos por meio do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) que totalizaram R$ 1,1 bilhão, entre julho e dezembro de 2011, ante os R$ 614,3 milhões do mesmo período de 2010, um incremento de 80% no volume contratado.

Na avaliação do secretário de Política Agrícola, os números são positivos e indicam que a agricultura está “energizada” apesar dos problemas enfrentados pela estiagem no Sul e a chuva no Sudeste. Para Rocha, o produtor está atento ao mercado, tendo acesso adequado aos recursos financeiros, o que vai se refletir na aplicação de tecnologia para a formação e manejo da lavoura. “O acesso ao crédito é mais um instrumento para qualificar a produção rural, aumentando a produtividade por meio dos investimentos em tecnologia”, salientou.

A avaliação das contratações do crédito agrícola, atualizada mensalmente, é realizada pelo Grupo de Acompanhamento do Crédito Rural, coordenado pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura.

Fonte:
MAPA

0 comentário