Deputado Pepe Vargas toma posse amanhã no Ministério do Desenvolvimento Agrário

Publicado em 13/03/2012 16:41 273 exibições
O novo ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas, indicado na última sexta-feira (9) para substituir Afonso Florence no comando da pasta, toma posse amanhã (14), às 11h30, em cerimônia no Palácio do Planalto.

Natural de Nova Petrópolis (RS), o médico Gilberto José Spier Vargas, conhecido como Pepe Vargas, está em seu segundo mandato na Câmara dos Deputados. Já foi vereador (1989-1992), deputado estadual (1995-1996) e duas vezes prefeito de Caxias do Sul (eleito em 1996 e reeleito em 2000).

Filiado ao PT desde 1981, Pepe Vargas iniciou a vida política no movimento estudantil, ao coordenar o núcleo de universitários do partido em Caxias do Sul. Atuou também nos sindicatos dos Trabalhadores da Indústria têxtil e dos Metalúrgicos de Caxias do Sul e dos Petroquímicos do Rio Grande do Sul.

Atualmente, preside a Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa no Congresso Nacional e é membro da Comissão de Finanças e Tributação. Pepe Vargas apresentou projetos nas áreas de saúde, educação, agricultura familiar e previdência.

A troca de ministros foi anunciada na noite de sexta-feira. Em nota, a presidenta Dilma Rousseff agradeceu a participação de Florence no governo e desejou boa sorte ao novo ministro. O motivo da mudança no comando do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) não foi divulgado. Deputado federal pela Bahia, Florence deve voltar à Câmara, onde tem mandato até 2014, ou entrar na disputa municipal de outubro.

Florence é o décimo segundo ministro a deixar o governo Dilma. Sete foram afastados ou pediram demissão após denúncias de corrupção: Antonio Palocci, da Casa Civil, Alfredo Nascimento, dos Transportes, Wagner Rossi, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Pedro Novais, do Turismo, Orlando Silva, do Esporte, Carlos Lupi, do Trabalho, e Mario Negromonte, das Cidades.

Também deixaram a equipe ministerial o ex-titular da Defesa Nelson Jobim, que saiu após criticar publicamente o governo, o ex-ministro da Educação Fernando Haddad e a a ex-titular da Secretaria de Políticas para as Mulheres Iriny Lopes, que saíram para disputar as eleições municipais e o ex-ministro da Pesca e Aquicultura Luiz Sérgio, que reassumiu o mandato de deputado federal pelo Rio de Janeiro.

Fonte:
Agência Brasil

0 comentário