SP: Preços pagos ao produtor sobem 0,21% na terceira quadrissemana de março

Publicado em 29/03/2012 14:47 300 exibições
A carne de frango e os ovos “puxaram” o aumento de 0,21% na terceira quadrissemana de março. O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR), que mede os preços pagos ao produtor rural, é computado pelo Instituto de Economia Agrícola da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (IEA/Apta/SAA).

O índice dos produtos de origem animal aumentou 4,78% por causa da carne de frango (mais 16,58%) e dos ovos (13,86%). Já o índice de produtos de origem vegetal caiu 1,50%.

A ascensão nos preços da carne de frango reflete a relação com períodos anteriores, que apresentavam valores reduzidos, dizem os pesquisadores Luis Henrique Perez, Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, José Alberto Angelo e José Sidnei Gonçalves. "Ademais, a demanda interna está relativamente firme e os granjeiros adequaram a oferta do produto face aos custos de produção que estavam maiores que a remuneração recebida."

No caso dos ovos, a elevação dos preços é reflexo do período da quaresma, cuja tradição religiosa de consumir menos carne aumenta a preferência pelo produto, observam os analistas do IEA.

Além dos produtos avícolas, também registraram altas expressivas a laranja para mesa (6,12%) e a soja (5,77%). A demanda por sucos, com a volta às aulas e o final da colheita de outras frutas, permitiu a reversão do quadro de queda dos preços. Já a alta da soja no mercado internacional beneficiou os agricultores devido ao recente movimento de desvalorização da moeda nacional.

As quedas mais significativas foram verificadas nos preços da batata (22,76%), do café (13,55%), do tomate para mesa (9,15%) e do algodão (5,34%). (A íntegra da análise está disponível no site www.iea.sp.gov.br)

Fonte:
Sec. Agricultura SP

0 comentário