SP: Preços pagos ao produtor sobem 1,05% na segunda quadrissemana de abril

Publicado em 24/04/2012 09:48 285 exibições
O Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR), que mensura os preços pagos ao produtor rural, subiu 1,05% na segunda quadrissemana de abril, de acordo com o Instituto de Economia Agrícola da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (IEA/Apta/SAA). O grupo de produtos de origem animal sofreu alta de 1,72%, enquanto o índice dos produtos de origem vegetal subiu abaixo do índice geral, ou seja, 0,81%.
 
Dos produtos analisados, nove apresentaram alta nos preços (cinco do setor vegetal e quatro do segmento animal), enquanto nove tiveram recuo (sete produtos vegetais e dois da área animal). As altas mais expressivas ocorreram nos preços da batata (31,74%), da banana nanica (16,33%), dos ovos (13,86%), da soja (10,81%) e da laranja para mesa (7,29%).
 
O verão seco do início do ano resultou na oferta de quantidade excedente da batata entre fevereiro e março, o que fez muitos produtores atrasarem suas colheitas para o começo de abril à espera de preços remuneradores, afirmam os pesquisadores Luis Henrique Perez, Danton Leonel de Camargo Bini, Eder Pinatti, José Alberto Angelo e José Sidnei Gonçalves.
 
Já a banana foi beneficiada pelas compras para a merenda escolar, somadas às temperaturas amenas do outono (que estimulam o consumo), propiciando aumento sazonal de preços típico da fruta. No caso da soja, a falta de chuvas prejudicou o desenvolvimento dos grãos, gerando baixa oferta da commodityem toda a América do Sul.
 
A demanda por sucos, associada à menor oferta do produto e o final da colheita de outras frutas, contribuiu para a elevação das cotações da laranja de mesa nesse período.
 
As quedas mais relevantes foram verificadas nos preços da carne suína (17,72%), do amendoim (11,50%), do café (10,53%) e do tomate para mesa (7,67%).
Fonte:
Sec. Agricultura de SP

0 comentário