Mercado financeiro reduz para 3,09% projeção de crescimento econômico este ano

Publicado em 21/05/2012 12:25 359 exibições
Analistas do mercado financeiro consultados pelo Banco Central (BC) esperam que a economia cresça menos do que o previsto anteriormente. A estimativa para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os produtos e serviços produzidos no país, caiu de 3,2% para 3,09%, este ano.

Divulgado na última sexta-feira (18), o Índice de Atividade Econômica Econômica do Banco Central (IBC-Br) indicou que a economia brasileira perdeu ritmo de crescimento. No primeiro trimestre deste ano, o índice cresceu 0,15% na comparação com o período de outubro a dezembro do ano passado. Esse expansão foi menor do que a verificada na passagem do terceiro para o quarto trimestre do ano passado, quase 0,2%.

A pesquisa do BC com analistas do mercado financeiro também mostra que a previsão para o crescimento da produção industrial passou de 1,94% para 1,58%, este ano, e de 3,95% para 4,2%, em 2013.

A projeção para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB foi ajustada de 36% para 35,9%, em 2012, e para o próximo ano passou de 34,6% para 34,5%. A expectativa para a cotação do dólar ao final do ano foi mantida em R$ 1,85 tanto para 2012 quanto para 2013.
A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) foi ajustada de US$ 19,22 bilhões para US$ 20 bilhões, em 2012, e de US$ 14,9 bilhões para US$ 15 bilhões, no próximo ano.

Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior), a estimativa passou de US$ 68,2 bilhões para US$ 68 bilhões, neste ano, e de US$ 73,5 bilhões para US$ 72,14 bilhões, em 2013.
A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) passou de 55,74% para 55%, este ano, e de 57,05% para 58,35%, em 2013.
Fonte:
Agência Brasil

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário