Máquinas: setor pede mais firmeza do governo em relação à Argentina

Publicado em 12/06/2012 15:16 518 exibições


Durante audiência pública no Senado para debater barreiras comerciais impostas pela Argentina aos produtos brasileiros, o presidente do Sindicato das Indústrias de Máuinas e Implementos Agrícolas do Rio Grande do Sul, Cláudio Affonso Bier, afirmou que o Governo do Brasil tem sido fraco nas represálias contra o país vizinho. 

Conforme declarou Bier, o setor já perdeu 5% dos 65% das exportações com as medidas protecionistas adotadas pelos hermanos. “Eu acho que o governo brasileiro tem que usar mais o “pé de ferro”; ser mais firme em suas atitudes. Está na hora de tomar uma atitude mais forte, para que nós não venhamos a perder esse jogo”, ele disse.

Apesar de o movimento sindical do Rio Grande do Sul já ter sido recebido inúmeras vezes em audiências com o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, para pedir mais rigor do governo em questões relacionadas com a Argentina, nenhum sucesso foi obtido ainda. 


Por:
Juliana Ibanhes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário