Índios dizem que só saem da Câmara se PEC da Funai for extinta

Publicado em 16/04/2013 14:19 1090 exibições
Índios na Câmara dos Deputados 2
Mais de 600 indígenas ligados a 73 povos ocupam, neste momento, o plenário da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara. Com chocalhos, tambores e lanças, os índios dizem que só deixarão o Congresso quando o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), comparecer ao encontro e assumir o compromisso de cancelar a Proposta de Emenda Constitucional 215 (PEC 215). O texto transfere a competência das demarcações que hoje é feita pela Funai (Executivo) para o Congresso Nacional (Legislativo).

Veja a notícia na íntegra no site do Valor Econômico

Na Agência Câmara: 
Índios decidem ficar em plenário de comissão até retirada de PEC da pauta

Os cerca de 300 índios presentes à reunião da Frente Parlamentar em Defesa dos Povos Indígenas apoiaram a proposta do deputado Domingos Dutra (PT-MA) de sair do Plenário 1 somente após a retirada de pauta da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215/00. O texto transfere do Poder Executivo para o Congresso Nacional a decisão final sobre a demarcação de terras indígenas no Brasil. Na última quarta-feira (11), foi aprovada a instalação de uma comissão especial para tratar da PEC.

Índios na Câmara dos Deputados

“Foi esta comissão que aprovou a PEC, sugiro que só saiamos daqui quando o presidente disser que não vai instalar a comissão”, disse o parlamentar. O deputado também sugeriu que o plenário fique ocupado até a saída do deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) da presidência da Comissão de Direitos Humanos e Minorias.

“O presidente é para vir aqui, se ele não vier, vamos dormir aqui”, disse o coordenador da frente, deputado Padre Ton (PT-RO), reivindicando ainda a presença do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves.

Índios na Câmara dos Deputados 1

Fotos: Agência Câmara
Fonte:
Valor Econômico + Ag. Câmara

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

3 comentários

  • Marcio Antonio Cezarotto Santarém - PA

    É um esculacho!!! Quem banca este povo pra viajar?!

    Tem algo mais explícito que se trata de esculachar o País?!

    Afinal, que país é este?! O Sarnei bate de um lado o Filho assopra do outro,a Filha fica no meio.

    Acho que logo,só pegando em armas saberemos quem está em qual trinxeira.

    0
  • Cícero José Libardi Ponta Porã - MS

    Produtor rural precisa trabalhar, tem uma familia para sustentar, as contas do banco pra honrar, não tem tempo pra acampar em Brasilia ou fechar por tempo indeterminado uma rodovia. Mas isso vai ter que acontecer pra classe ser ouvida e respeitada. Precisa aproveitar a entre safra e fazer alguma coisa. Aqui no MS o problema esta na metade sul, de Dourados pra baixo. Quando fechar a BR 163 de Dourados até a Ponte em Guaíra, entupir a estrada de máquinas por tempo indeterminado, aí talvez o agricultor vai ser ouvido, ou como não é indio, vai liberar a estrada abaixo de pau da policia. Porque agricultor pode apanhar, pode morrer. Indio não.

    0
  • Renato Scariote Sapezal - MT

    Tem 600 Índios lá, e quantos produtores??? Só falta perdermos uma questão dessa por causa de 600 Índios fazendo baderna.

    0