Nova fase da Lava Jato mira ex-tesoureiro do PT já preso pela PF

Publicado em 04/07/2016 07:18 e atualizado em 04/07/2016 07:50
370 exibições

oliciais federais estão nas ruas desde a madrugada desta segunda-feira (4) para cumprir mandados referentes à 31ª fase da Operação Lava Jato em São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal. Foram expedidos 35 mandados judiciais, sendo quatro de prisão temporária, um de preventiva, 23 de busca e apreensão, além de sete conduções coercitivas, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento.

A ação foi batizada pela PF de "Abismo".

Paulo Adalberto Alves Ferreira, ex-tesoureiro do PT, é alvo do mandado de prisão preventiva, mas já estava preso pela Operação Custo Brasil desde o dia 24 de junho. A PF também cumpriu um mandado de busca e apreensão contra ele, em Brasília.

Ferreira está detido na Superintendência da Polícia Federal em São Paulo. Os demais presos serão levados para a Superintendência da PF em Curitiba. Os crimes investigados nesta etapa são corrupção, lavagem de dinheiro e fraude à licitação.

Conforme a PF, a atual fase apura a fraude ao processo licitatório, o pagamento de valores indevidos a servidores da Petrobras e o repasse de recursos a partido político em virtude do sucesso obtido por empresas privadas em contratações específicas como, por exemplo, o projeto de reforma do Centro de Pesquisas da Petrobras (Cenpes), estabelecido na Ilha do Fundão, no Rio de Janeiro.

O esquema investigado no Cenpes envolve R$ 39 milhões em pagamentos de propina. 

"Abismo é uma referência utilizada para a identificação desta nova fase da operação policial e remete, dentre outros aspectos, às tecnologias de exploração de gás e petróleo em águas profundas desenvolvidas no CENPES, mas também à localização das instalações (Ilha do Fundão) e a demonstração que esquemas como estes identificados levaram a empresa aos recantos mais profundos da corrupção e da malversação do dinheiro público", explica a PF.

A prisão temporária tem prazo de cinco dias e pode ser prorrogada pelo mesmo período ou até mesmo ser convertida para preventiva, que é quando o investigado não tem prazo determinado para deixar a prisão.

30ª fase 

A 30ª fase foi deflagrada no dia 24 de maio e prendeu Eduardo Aparecido de Meira e Flávio Henrique de Oliveira Macedo. Eles eram sócios da Credencial, uma construtora de Sumaré (SP) apontada pelo Ministério Público Federal (MPF) como empresa fachada, que servia como intermediária para pagamentos de propina aos beneficiários do esquema de corrupção.

Leia a notícia na íntegra no site G1.

Folha: 31ª fase da Lava Jato mira corrupção em centro de pesquisa da Petrobras

A Polícia Federal de Curitiba deflagrou nesta segunda­feira (4) a 31ª fase da Operação Lava Jato, batizada de "Abismo".

Estão sendo cumpridos um mandado de prisão preventiva, quatro de prisões temporárias, sete de condução coercitiva e 23 de busca e apreensão.

A operação acontece nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e no Distrito Federal.

Um dos principais alvos é o ex­tesoureiro do PT Paulo Ferreira, que foi preso no último dia 24, dia seguinte da Operação Custo Brasil, que investiga desvios do Ministério do Planejamento. O mandado dele é de prisão preventiva.

Ferreira foi deputado federal pelo PT do Rio Grande do Sul de 2012 a 2014. Ele é casado com Tereza Campello, ex­ministra de Desenvolvimento Social e Combate à Fome do governo Dilma.

As investigações da operação desta segunda apuram fraude em licitação, pagamento de valores indevidos a servidores da Petrobras e repasse de recursos a partido político em virtude do sucesso obtido por empresas privadas em contratações como o projeto de reforma do Cenpes (Centro de Pesquisas da Petrobras), na Ilha do Fundão, zona norte do Rio de Janeiro.

Segundo a PF, são apuradas as práticas de crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e fraude a licitação "num contexto amplo de sistemático prejuízo financeiro imposto à Petrobras". 

Leia a notícia na íntegra no site Folha de S.Paulo.

Fonte: G1 + Folha

2 comentários

  • Arlindo Pontremolez Varalta Ibirarema - SP

    Mas o LULA e a DILMA nao sabiam de NADA???!! Eles creem que toda essa dinheirama que chegou nas suas contas, dos seus comparsas e do seu partido, vinham dos céus seguramente enviado ou despachado pelo anjo Gabriel ou do Arcanjo Miguel supostamente!!
    O pessoal das empreiteiras arrumaram o apartamento o sitio porque o Lulla era muito bomzinho e elas queriam agradar lo!!
    As propinas das BRAS , usa o mesmo principio de quando o manobrista estaciona o seu carro no restaurante , coisa normal no pais dos BANANAS!!
    De verdade somos um pais de imbecis!!! Me incluo ai!!porque somos alheios ao sentido e ao bem comum!!
    Temos um ministro de justiça que passa por cima da justiça e das instancias inferiores e libera o maridao da Senadorinha , amiguinha da PRESIDANTA , bandido de mais de 100 milhões de desvios!!
    Pena PARA O LADRAO!! ..carregar uma tornozeleira !!
    VIVA A REPUBLICA DOS BANANAS!!!

    0
    • RODRIGO ANTONIO NOROIPIRANGA DO NORTE - MT

      se acostumaram a roubar que cada vez ta pior e confirmado que roubaram e eles continuam negando

      0
  • Arlindo Pontremolez Varalta Ibirarema - SP

    E incrível !! Isso é um abismo que parece nao ter fim!!! Esses canalhas do PT jogaram a Petrobras e o nosso pais num abismo verdadeiro!! A cada nova fase da Lava Jato surge um novo monte de cifras que eu, como engenheiro, nao consigo nem imaginar...
    Falam de R$ 100 milhões como se fosse dinheiro de chicletes!!!
    Precisávamos de pena de morte como nas Filipinas, onde a corrupção e o trafico baixaram a níveis próximos de zero!!
    Quem tem medo de usar tornozeleira ficando em casas à beira da praia e com milhões escondidos Deus sabe onde e que as suas familias estejam seguras financeiramente por geracoes???!!
    Muito melhor tornozeleira em casa na praia ou na piscina que trabalhar, sim ou nao!!??!!!
    Bandidos batem carteiras vao pra a cadeia , politicos batem bancos e tiram ferias com tornozelerias!!
    Que mundo é esse ??
    Isso é um estimulo ao banditismo no nosso pais!!
    Os corruptos sao premiados e os trabalhadores condenados a receber uma aposentadoria de 1/3 do que pagou e chegar a velhice mendigando remedio baratos nas farmacias da vida!!
    Que bom ser politico .!!! eu creio que com as mudanças da lingua portuguesa ou brasileira deveríamos mudar o nome para os que concorrem aos cargos publicos eletivos ..que tal essa proposta...
    Vai haver eleição para os bandidos municipais para o periodo de roubo de 2017 2021!!
    O TSE determina que haverá eleições para ladroes estaduais , federais e para presidencia dos ladroes no ano 2018 a 2023 e os ladroes eleitos poderão roubar nesse periodo sem ser julgados pela justiça comum ate o final do mandato!!
    Em caso de que a PF e os juízes federais os acurralem e tenham provas contundentes dos delitos ( roubos, falcatruas , desmandos , apropiacao indebita etc ) terão direito a que nao aconteça nada com eles porque foram eleitos para este fim!!!
    Sendo desta forma a população palhaça em geral nao teria direito a nenhum reclamo porque votou consciente ao cargo que desempenhariam nossos queridos ladroes!!!
    Dessa maneira , nos os palhaços nao teríamos nenhuma surpresa cuando as lava jatos da vida digam roubaram milhões ou melhor em termos mais humanos ....desviaram milhoes ( que e mais suave e nao ofende o direito do cidadão ( politico ou ladrão eleito legitimamente ) de roubar licitamente) ..!!
    Então poderíamos dizer em alto e bom som erguendo com orgulho a bandeira brasileira ....para isso foram eleitos !!!
    Nos somos a REPUBLICA DA CASCA DA BANANA , OU REPUBLICA DO DEJETO DA BANANA, PORQUE AS BANANAS MESMO JA ROUBARAM FAZ MUITO , MUITO TEMPO!!!
    TORNOZELERIAS NAO ......BANGU NELES !!!

    0