Lava Jato estima que delação da Odebrecht deve gerar mais de cem novos inquéritos pelo país

Publicado em 11/10/2016 07:06
90 exibições

Maldito é o fruto A delação premiada da Odebrecht deve originar mais de cem inquéritos espalhados pelo país, estima a Lava Jato. A colaboração da empreiteira será um marco não só pela extensão das denúncias, mas pelo efeito que terá sobre o futuro da operação. Com tantos “filhotes” distribuídos em diferentes Estados e esferas judiciais, a força-tarefa em Curitiba teme que a pulverização limite a transparência dos casos, desacelere o ritmo das investigações e resulte em prescrição de crimes.

Te incluo fora dessa O desmembramento ocorre por decisão do ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no STF, que tirou da força-tarefa inquéritos não vinculados ao esquema na Petrobras.

Escuro Fora de Curitiba, sustentam investigadores, não há como garantir que os processos corram sem sigilo — a prática, instituída pelo juiz Sergio Moro, foi considerada crucial para o sucesso da operação na opinião pública.

Na surdina No Paraná, um sistema (e-proc) dá acesso online aos autos. Mas os Estados que receberão os futuros inquéritos a partir da delação da Odebrecht usam plataformas mais restritas, o que dará menos publicidade às novas investigações.

Até o fim Renan Calheiros disse a Michel Temer que, se preciso, invadirá o recesso parlamentar para aprovar a PEC do teto de gastos.

Surpresa! O prazo — no limite do limite — provocou calafrios no presidente da República, que espera aprovar o texto antes de 31 de dezembro.

Autoengano Apesar de terem fechado questão — o que permite punir quem votar contra a PEC –, PMDB e PSDB aceitaram desculpas triviais para liberar seus deputados: casamento de parente, visita à filha no exterior e até “ressaca eleitoral”.

Leia a notícia na íntegra no site Folha de S.Paulo.

Fonte: Folha de S.Paulo

Nenhum comentário