A partir desta terça-feira, gasolina aumenta 8,1% e diesel fica 9,5% mais caro

Publicado em 05/12/2016 20:09
611 exibições
Petrobrás sobe preço de combustíveis e impacto na gasolina pode chegar a R$ 0,12 por litro

Após cortar os preços dos combustíveis nas refinarias nos últimos dois meses, a Petrobrás anunciou nesta segunda-feira, 5, que decidiu aumentar o valor da gasolina e do diesel, conforme sua nova política de preços. 

A partir desta terça-feira, 6, a gasolina sobe 8,1% e o diesel ficará 9,5% mais caro, na média. O impacto, caso os custos sejam repassados integralmente ao consumidor final, pode resultar em um aumento de R$ 0,12 por litro, no caso da gasolina, e de R$ 0,17 por litro, no caso do diesel.

Em nota, a estatal explicou que as variáveis que determinaram a revisão foram o aumento nos preços do petróleo e seus derivados e a recente desvalorização do câmbio. "Por outro lado, a participação da Petrobrás no mercado interno de diesel registrou pequenos sinais de recuperação", diz a nota.

Na FOLHA: Preços são livres e dependem da politica de cada posto

A Petrobras calcula que, se o repasse às bombas for integral, o diesel pode subir 5,5%, ou cerca de R$ 0,17 por litro, e a gasolina pode subir 3,4%, ou R$ 0,12 por litro. A empresa frisou, porém, que os preços dos combustíveis são livres e dependem da política comercial de distribuidoras e postos.

O reajuste desta segunda foi feito antes mesmo que o repasse dos cortes promovidos nos dois últimos meses chegasse integralmente às bombas.

No dia 14 de outubro, a gasolina caiu 2,7% e o diesel, 3,2%. Em 8 de novembro, os preços foram reduzidos em 3,1% e 10,4%, respectivamente.

De acordo com a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), porém, desde o primeiro corte, a gasolina nas bombas caiu apenas 0,03%. O repasse acumulado ao preço do diesel foi de 0,9%.

Os dados da ANP indicam que o segmento de distribuição de combustíveis foi quem mais segurou os preços no período.

A Petrobras informou que os reajustes refletem a alta do petróleo e a desvalorização do real.

"Por outro lado, a participação da Petrobras no mercado interno de diesel registrou pequenos sinais de recuperação", disse a empresa, em nota.

A nova política de preços da estatal prevê reuniões mensais de um grupo de executivos para avaliar os preços com base nas cotações internacionais, no câmbio e nas vendas da empresa no mercado interno. O grupo se reuniu na tarde desta segunda.

Na semana passada, analistas ouvidos pela Folha já previam a possibilidade de aumento em dezembro.

"A Petrobras reafirma sua política de revisão de preços pelos menos uma vez a cada 30 dias, o que lhe dá a flexibilidade necessária para lidar com variáveis cuja volatilidade vem aumentando recentemente", concluiu a companhia. 

Fonte: ESTADÃO + FOLHA

1 comentário

  • Carlos Massayuki Sekine Ubiratã - PR

    Alguém já se perguntou porquê pagamos muito mais caro pela gasolina e óleo diesel hoje com o petróleo a 50 dólares do que em 2013 com o petróleo a 100 dólares? Alguém já se perguntou porquê instalaram radares escondidos em todas as ruas e rodovias, infernizando as nossas vidas? Alguém aí já se perguntou porquê estamos vivendo uma onda fiscalizatória de órgãos como força verde, adapar (PR), seab (PR), IAP (PR) e outros? Alguém já se perguntou porquê pagamos hoje o dobro pela energia do que pagávamos antes do canetaço de Dilma que quebrou o setor elétrico?A resposta é uma só: é o Estado gordo e insaciável querendo mais e mais dinheiro...

    0
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      Ora, a culpa é da lava jato que não quer deixar os politicos resolverem os problemas do Brasil. A culpa é dos manifestantes que fizeram até o dólar subir, prejudicando a economia. A culpa é dos procuradores que ousaram fazer politica, coisa essa só permitida aos jornalistas da imprensa mainstream. A verdade Carlos, é que querem nos assustar com discursos do Lula dizendo... olha se não deixarmos os politicos ladrões em paz.... ele volta... uhhhh que medo....Lula é réu meus amigos. Isso aí é evidentemente uma brincadeira Carlos. Teu raciocinio está certo, tão certo quanto desvalorização cambial provoca inflação, déficits crônicos e aumento de juros.

      1
    • carlo meloni sao paulo - SP

      A CULPA E' DE TODOS ESSES PSEUDO-SOCIALISTAS QUE TOMARAM CONTA DO BRASIL DEPOIS DOS MILITARES----PLEBISCITO POPULAR E PENA DE MORTE PARA LIMPAR O PAIS------

      1
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      É O ESTADO ONIPRESENTE EM NOSSAS VIDAS, PARA "TIRAR NOSSO COURO" !!! E DAÍ FAZER AS CORREIAS QUE USAM DIUTURNAMENTE NOS CHICOTEANDO...

      0
    • Fernando Engler Palotina - PR

      Vamos pensar mais longe, posso estar enganado, mas quando da vitória do Lulla-lá em 1998, o dólar estava em 4/1 e o petróleo na casa dos U$ 100,00/barril, e a gasolina na casa de R$ 1,50... Hoje estamos longe desses valores... Temos que parar de defender a Petrobrás... Que setor ou empresa pública que funciona neste país???

      0