MPF em Brasília denuncia Lula, filho dele e mais dois na Operação Zelotes

Publicado em 10/12/2016 20:13
1922 exibições

O Ministério Público Federal em Brasília (MPF-DF) informou nesta sexta-feira (9) que denunciou à Justiça o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e o filho dele Luiz Cláudio Lula da Silva pelos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa. A denúncia foi presentada no âmbito da Operação Zelotes.

De acordo com o MPF, a denúncia foi feita após as investigações apontarem indícios de envolvimento do petista e de seu filho, além de Mauro Marcondes e Cristina Mautoni – que também foram denunciados – em negociações apontadas pelos investigadores como irregulares e que levaram à compra de 36 caças do modelo Gripen pelo governo brasileiro.
Também há indícios de irregularidades na prorrogação de incentivos fiscais destinados a montadoras de veículos por meio de uma Medida Provisória.

Leia a notícia na íntegra no site do G1

Na Folha: Lula é denunciado em caso sobre compra de caças e MP de montadoras

O Ministério Público Federal em Brasília denunciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e seu filho Luiz Cláudio Lula da Silva, além de outras duas pessoas, em investigação no âmbito da Operação Zelotes.

Eles podem responder pelos crimes de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Leia a notícia na íntegra no site da Folha de S. Paulo

Na Veja: Procuradoria denuncia Lula por formação de quadrilha

Deflagrada em março do ano passado, a Operação Zelotes surgiu com o objetivo de desarticular uma quadrilha especializada em vender decisões do Carf, o tribunal que julga recursos contra multas aplicadas pela Receita Federal. No meio do caminho, investigando lobistas que participavam do esquema, procuradores e policiais esbarraram em outros balcões de negócios de Brasília. Descobriram, por exemplo, que alguns dos suspeitos, os mesmos que vendiam acesso a poderosos gabinetes da capital, tinham atividades extras no mundo do crime. Ofereciam, entre outras coisas, medidas provisórias editadas sob medida pelo governo para atender empresas interessadas em obter benesses oficiais, como incentivos fiscais. Um dos achados despertou especial atenção. Ao quebrar o sigilo de Mauro Marcondes, um megalobista conhecido por atuar em favor da indústria automobilística, apareceram pagamentos de 2,5 milhões de reais a uma empresa registrada em nome de Luís Cláudio Lula da Silva, o filho caçula do ex-presidente Lula. Era só a ponta aparente de um elo que, agora, os investigadores acreditam ter fechado – e que acaba de resultar em mais uma ação criminal contra o petista.

A descoberta dos pagamentos a Luís Cláudio exigiu a abertura de uma nova frente de investigação – e deu origem a uma sucessão de explicações desencontradas por parte de quem pagou e de quem recebeu. Preso, Mauro Marcondes primeiro disse que contratara o filho de Lula para desenvolver o projeto de um centro de exposições no interior de São Paulo. Depois, alegou que o dinheiro foi repassado a título de patrocínio a competições de futebol americano organizadas por Luís Cláudio. O rapaz se complicou ainda mais. Explicou que prestou serviços de consultoria à empresa do lobista e apresentou à polícia relatórios para supostamente comprovar o que dissera. Os documentos nada mais eram do que uma colagem malfeita de textos plagiados da internet. Restava no ar a pergunta: por que, afinal, o menino Lula recebeu a bolada do lobista? Foi na montanha de documentos coletados por outra operação, a Lava-Jato, que os investigadores da Zelotes conseguiram a resposta, ou a parte que faltava para fechar o elo.

Leia a notícia na íntegra no site da Veja

Fonte:
Folha de S. Paulo + Veja

1 comentário

  • João Carlos remedio São José dos Campos - SP

    De que imunidade goza o ex Presidente Lula que até agora não foi preso? Brasil, um país da Justiça injusta...!

    0
    • Everson M. Danguy Tuneiras do Oeste - PR

      Boa pergunta Sr. João Carlos,porque está corja ainda está solta,com tantas provas e delações já existentes????

      0
    • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

      É fácil entender isso, a proposta legislativa das dez medidas contra a corrupção foram feitas para acelerar isso, mas o que aconteceu? A classe politica inteira não só desfigura o projeto como está tentando criar leis para prender juizes. O que vocês esperam disso? Exatamente o que aconteceu na alemanha nazista e no fascismo italiano.

      1
    • Heber Marim Katuete - PY - PI

      Parece que cadeia no Brasil é coisa de pobre e de cidadão infrator...

      0
    • Paulo Roberto Rensi Bandeirantes - PR

      Sr. Heber, não parece ... É !!!

      0