Após ser citado em delação, Moreira Franco diz que permanece no governo

Publicado em 14/12/2016 14:18
30 exibições

BRASÍLIA — O secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos, Moreira Franco, negou, nesta quarta-feira, estar deixando o governo após ser citado na delação do ex-executivo da Odebrecht, Cláudio Mello Filho. Em nota, Moreira Franco afirmou que segue comprometido com os compromissos assumidos na economia e no programa de concessões. Segundo interlocutores, no entanto, o secretário-executivo tem pronta uma carta de demissão. A informação foi antecipada pelo colunista Ricardo Noblat.

Segundo pessoas próximas, Moreira tem se mostrado triste e abatido e decidiu escrever a carta para deixar o presidente à vontade e evitar maiores desgastes ao Planalto. Na proposta de acordo de delação premiada, o ex-vice-presidente de Relações Institucionais da Odebrecht, Cláudio Melo Filho, o acusou de ter recebido propina para beneficiar a empreiteira quando era ministro da Aviação Civil do governo da presidente Dilma Rousseff.

Leia a notícia na íntegra no site do jornal O Globo

Fonte: O Globo

0 comentário