Mercados chineses avançam com previsão de fortes lucros industriais

Publicado em 18/01/2017 06:39
43 exibições

LOGO REUTERS 3.0

XANGAI/HONG KONG (Reuters) - Os principais índices acionários da China subiram nesta quarta-feira, com grandes indústrias prevendo lucros acentuadamente mais altos em 2016, embora as empresas menores tenham ficado perto da mínima de 16 meses.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, avançou 0,39 por cento, enquanto o índice de Xangai teve alta de 0,14 por cento.

A Baosteel avançou 2,34 por cento após dizer que seu lucro líquido esperado para 2016 aumentará cerca de 770 por cento em relação ao ano anterior.

Mas as ações de empresas menores permaneceram em queda. O índice de start-ups ChiNext caiu 1,18 por cento, com muitos investidores esperando que sua recuperação na terça-feira fosse de curta duração. O índice caiu quase 6 por cento neste ano.

Os mercados chineses e de Hong Kong ajudaram o índice MSCI a se estabilizar perto das máximas de três meses. Os investidores avaliaram as preocupações com um dólar mais forte do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, como benéficas para algumas bolsas da região.

O índice MSCI, que reúne ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, tinha alta de 0,36 por cento às 7:35 (horário de Brasília), perto da máxima de três meses atingida na última quinta-feira.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,43 por cento, a 18.894 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 1,13 por cento, a 23.098 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC ganhou 0,14 por cento, a 3.113 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,39 por cento, a 3.339 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,06 por cento, a 2.070 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,13 por cento, a 9.341 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,42 por cento, a 3.000 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,36 por cento, a 5.678 pontos.

(Por Luoyan Liu e John Ruwitch)

Fonte: Reuters

1 comentário

  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    "Os principais índices acionários da China subiram nesta quarta-feira, com grandes indústrias prevendo lucros acentuadamente mais altos em 2016, embora as empresas menores tenham ficado perto da mínima de 16 meses. Os mercados chineses e de Hong Kong ajudaram o índice MSCI a se estabilizar perto das máximas de três meses. Os investidores avaliaram as preocupações com um dólar mais forte do presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, como benéficas para algumas bolsas da região".... Voltei, esses são algumas frases retiradas da matéria sobre o dólar e a China. O leitor que se interessa por esses assuntos tem que desfazer a confusão criada pelas noticias. Ontem saiu na midia a fala de uma autoridade Chinesa reclamando em Davos, criticando o presidente eleito e não empossado Donald Trump. Falava politicamente e exatamente o contrário do que os investidores dizem! Compreendem isso? Trump é conservador e atrapalha a politica comunista no mundo, a China se ressente com a possibilidade de não ter mais protagonismo na politica economica mundial. Quando o dólar valorizado favorecer a China, dirão que foram medidas tomadas pelo governo Chines. Os investidores sabem que um dólar forte favorece as importações pelos EUA, e consequentemente o comércio com a China. Mas até especialistas brasileiros falam o oposto, a idéia é deixar os brasileiros no escuro, sem saber de nada.

    0