Governo argentino ampliará assistência aos produtores que sofrem com inundações

Publicado em 02/02/2017 10:40
37 exibições

O Ministério da Agroindústria da Argentina avalia ampliar a ajuda a pequenos produtores agropecuários afetados pelas recentes inundações que castigaram Córdoba, Santa Fe e o norte de Buenos Aires.

Segundo adiantou o subsecretário de Coordenação Política, Hugo Rossi, esse pacote de medidas compreenderia créditos a taxa zero e teria como destino os produtores de Córdoba, o que complementaria a ajuda já anunciada para os produtores de Santa Fe. A definição sobre o montante será dada na próxima semana e anunciada pelo ministro da Agroindústria, Ricardo Buryaile.

A situação dos pequenos produtores foi analisada durante uma reunião realizada anteontem na Federação Agrária Argentina (FAA) com funcionários do Ministério da Agroindústria e dirigentes da FAA, além dos responsáveis da área agropecuária dos governos de Santa Fe, Córdoba, Buenos Aires, Entre Ríos e Chaco.

O presidente da FAA, Omar Príncipe, pediu ao governo nacional e aos representantes das províncias para ampliar os mecanismos de assistência direta aos produtores, apontando que os AR$500 milhões contemplados pela lei de emergência agropecuária são escassos para combater os problemas de milhares de agricultores que, hoje, correm risco de ficar fora da sua atividade produtiva.

Ele também sugeriu que, a médio prazo, sejam feitas obras de infraestrutura, um plano de ordenamento territorial e políticas produtivas que sejam sustentáveis, além de discutir com os produtores o uso do solo, com um olhar amplo sobre o impacto ambiental.

A Bolsa de Cereais de Córdoba estimou ontem que as inundações do mês passado provocaram uma perda de AR$1,7 bilhões na província, somente na produção de grãos, com 104.600 hectares de uso agrícola inundados.

Tradução: Izadora Pimenta

Fonte: La Nación

Nenhum comentário