Soja corrige últimas altas e trabalha em queda na Bolsa de Chicago nesta 2ª feira

Publicado em 05/11/2018 08:19
1332 exibições

LOGO nalogo

Os futuros da soja negociados na Bolsa de Chicago recuam nesta segunda-feira (5). Depois de duas boas altas consecutivas nos últimos dias da semana passada, o mercado agora corrige parte desses ganhos e, por volta de 7h50 (horário de Brasília), as cotações perdiam pouco mais de 4 pontos nos principais vencimentos. 

Assim, o contrato novembro/18 era negociado a US$ 8,70 por bushel, enquanto o maio/19 tinha US$ 9,09 na manhã de hoje. 

O mercado internacional segue atento às informações mais novas que chegam sobre a possibilidade de um acordo entre China e Estados Unidos sobre a guerra comercial, principalmente às vésperas das eleições de meio mandato nos EUA, que acontecem nesta terça-feira (6). 

"Há fortes indícios que uma maioria de opositores de Trump serão eleitos, incentivando com que o atual presidente estadunidense busque maneiras de cativar o eleitorado nesta reta final de campanha. Em outras palavras, o momento especulativo na soja pode ser jogada política para restaurar a popularidade do republicano no meio agrícola - uma conclusão sobre o tema será observada no fim de novembro, no encontro do G20", alertam os analistas da ARC Mercosul.

Ainda nesta segunda, os traders estarão atentos também aos números dos embarques semanais norte-americanos de grãos que serão divulgados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), bem como ao reporte de acompanhamento de safras que será trazido após o fechamento do mercado. 

Veja como fechou o mercado na última sexta-feira:

>> Soja: Mercado na CBOT consolida alta nesta 6ª com sinais de melhora na tensão EUA-China, por Jhonatas Simião

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário