Brasil não tem poder econômico fora do multilateralismo, diz Temer

Publicado em 06/12/2018 12:30
50 exibições

LOGO REUTERS

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - A 25 dias de deixar o governo, o presidente Michel Temer afirmou que o Brasil não tem poder econômico hoje para "patrocinar o isolacionismo" e defendeu o multilateralismo nas relações comerciais.

"Sou francamente a favor do multilateralismo. Não temos poder ecônomico e político para o isolacionismo, o unilateralismo", defendeu Temer em conversa com jornalistas de agências internacionais em um café da manhã nesta quinta-feira.

O presidente elogiou a postura dos países do G20, na reunião em participou em Buenos Aires na semana passada, quando todos os países presentes teriam defendido essa postura. "Hoje não é mais uma posição possível o isolacionismo", disse.

A posição de Temer contrasta com declarações do presidente eleito Jair Bolsonaro, que defende uma aproximação maior com os Estados Unidos, vem criticando o excesso de relação do Brasil com a China, maior parceiro comercial do país, e diz ser necessário mudar toda a política externa brasileira.

Apesar disso, Temer afirmou que não vê mudanças significativas na área. "Eu acho que a política externa vai continuar. Há uma ou outra afirmação, mas acho que as coisas vão ser ajustadas."

Fonte: Reuters

Nenhum comentário