São 180 pequenos agricultores afetados em Brumadinho, diz Ministério da Agricultura

Publicado em 28/01/2019 08:47 e atualizado em 28/01/2019 10:48
186 exibições

Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) se divulgou, pelo Twitter, que são 180 agricultores afetados pela tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais, onde o rompimento de uma barragem de rejeitos da Vale se rompeu na sexta-feira, deixando mortos e centenas de desaparecidos. A informação do Mapa se limitou ao número de agricultores e a dizer que todos são pequenos produtores. "A ministra Tereza Cristina está tomando medidas para diminuir o sofrimento e as perdas do desastre em Brumadinho. A hora é de solidariedade e ações de apoio", diz o tuíte do órgão na rede social.

Cenas exibidas pela Globonews mostram cerca de 10 bovinos perdidos perto do local do rompimento da barragem da Vale. Provavelmente boa parte do rebanho da região, estimado em 15 mil cabeças pelo IBGE, deve ter sido atingido pelo mar de lama. Outra parte dos animais vai morrer de fome nas matas ribeirinhas.

Leia a notícia na íntegra no site do Globo Rural

Rio Paraopeba faz parte das histórias de pescadores em Brumadinho

Traíra, pacu, dourado e surubim. O rio Paraopeba, transformado em lamaçal pelo rompimento da barragem em Brumadinho, era até esta sexta-feira (25/1) um dos mais procurados por pescadores. É recomendado em guias de pesca e está em muitas histórias de pescadores no Youtube.

Com 510 km de extensão, o Paraopeba atravessa 35 municípios mineiros. Sua nascente é em Cristiano Otoni e a foz na Represa de Três Marias.

É um dos principais afluentes do São Francisco. A tragédia causou uma grande mortandade de peixes no Paraopeba.

Leia a notícia na íntegra no site do Globo Rural.

Fonte Globo Rural

Nenhum comentário