Governadores reagem a Bolsonaro e decidem manter medidas contra coronavírus

Publicado em 25/03/2020 21:01 281 exibições

Em uma entrevista coletiva com uma série de críticas indiretas ao presidente Jair Bolsonaro, Maia criticou a sugestão do chefe do Executivo Federal de avaliar a adoção de medidas de "isolamento vertical", que abrangeria no caso do coronavírus apenas pessoas que se encontram no grupo de risco, como idosos e portadores de doenças crônicas.

A medida é diferente das que têm sido adotadas por Estados e municípios, que é o isolamento horizontal, que atinge a população indistintamente.

Segundo Maia, sem citar nominalmente Bolsonaro, como alguém pode falar em uma proposta de isolamento vertical sendo que até o momento não apresentou uma proposta de proteção para os idosos.

O presidente da Câmara disse que o país precisa de "previsibilidade", com atuação do governo para garantir emprego e renda dos brasileiros. Ele disse que o mais importante no momento é construir soluções que passam pela liderança do Poder Executivo, que "muitas vezes" têm falhado, mas ressalvou que há a equipe técnica do governo para ajudar.

Sem dar detalhes, Maia disse que trabalha numa proposta para elevar o valor de 200 reais a que os autônomos terão direito durante a pandemia do coronavírus, conforme proposta do governo.

Fonte:
Reuters

1 comentário

  • Cassiano aozane Vila nova do sul - RS

    O plano de ação aos grupos de risco é que fiquem em casa em isolamento domiciliar..., pra isso não precisa lei, somente bom senso... no mais, qualificar e estar em prontidão com unidades hospitalar, que me parece que é o que esta sendo feito.

    2
    • Flavio Schirmann Formigueiro - RS

      Por que o governo federal não assume o hospital regional de Santa Maria,? Estão esperando começar a morrer muita gente ?

      1