Pfizer e BioNTech dizem que sua vacina contra Covid-19 é 90% eficaz

Publicado em 09/11/2020 09:20 e atualizado em 09/11/2020 11:18 79 exibições

LOGO REUTERS

A Pfizer disse nesta segunda-feira que sua vacina experimental contra a Covid-19 mostrou ser 90% eficaz na prevenção da doença com base em dados iniciais de um estudo amplo, numa grande vitória na luta contra uma pandemia que matou mais de 1 milhão de pessoas, abalou a economia global e impactou o cotidiano das pessoas.

A Pfizer e sua parceira alemã BioNTech são as primeiras farmacêuticas a anunciarem dados bem-sucedidos de um ensaio clínico em larga escala com uma potencial vacina contra o coronavírus. As empresas disseram que até o momento não encontraram nenhuma preocupação de segurança com a candidata a imunizante e que esperam pedir autorização para uso emergencial da vacina nos Estados Unidos neste mês.

Se obtiver a autorização, o número de doses da vacina será limitado inicialmente. Uma das questões pendentes é por quanto tempo a vacina fornecerá proteção. No entanto, a notícia divulgada dá esperanças de que outras vacinas em desenvolvimento contra o novo coronavírus também possam se mostrar eficazes.

"Hoje é um grande dia para a ciência e para a humanidade", disse Albert Bourla, presidente-executivo e chairman da Pfizer, em comunicado. "Estamos atingindo este marco crucial em nosso programa de desenvolvimento de vacina em um momento em que o mundo mais precisa, com as taxas de infecção atingindo novos recordes, hospitais ficando superlotados e economias sofrendo para reabrir."

Trump saúda resultados de testes com vacina da Pfizer

LOGO REUTERS

WASHINGTON (Reuters) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, saudou os resultados dos testes com a vacina experimental contra a Covid-19 da Pfizer e o salto no mercado de ações que o anúncio feito pela farmacêutica provocou.

"MERCADO DE AÇÕES EM GRANDE ALTA, VACINA VINDO EM BREVE. RELATO DE 90% DE EFICÁCIA. ÓTIMAS NOTÍCIAS!", escreveu ele no Twitter.

Biden exalta anúncio sobre vacina para Covid-19 da Pfizer, mas reforça necessidade de medidas de proteção

LOGO REUTERS

WASHINGTON (Reuters) - O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, saudou o anúncio dos resultados com testes da vacina experimental para Covid-19 da Pfizer como uma excelente notícia nesta segunda-feira, mas alertou que faltam meses para uma vacinação generalizada e os norte-americanos precisam continuar usando máscaras e manter o distanciamento social.

"As notícias de hoje são ótimas, mas não mudam esse fato", disse Biden em um comunicado. "O anúncio de hoje promete a chance de mudar isso no próximo ano, mas as tarefas que temos pela frente agora permanecem as mesmas."

Ibovespa futuro sobe forte com eleição de Biden e anúncio da Pfizer

LOGO REUTERS

SÃO PAULO (Reuters) - O Ibovespa futuro mostrava forte alta nesta segunda-feira, embalado pelo apetite a risco global, após a vitória de Joe Biden na corrida presidencial nos EUA e anúncio da Pfizer de que sua vacina experimental contra a Covid-19 é 90% eficaz, sinalizando uma abertura bastante positiva no mercado à vista.

Por volta de 09:30, o contrato do Ibovespa que vence em 16 de dezembro avançava 3,53%, a 104.600 pontos.

Biden venceu a Presidência dos Estados Unidos no sábado, após uma dura campanha eleitoral e prometeu que trabalhará para unificar um país profundamente dividido, mesmo com o presidente Donald Trump se recusando a aceitar a derrota.

A combinação da vitória do democrata com um Senado de maioria republicana agradou agentes financeiros, uma vez que reduz a chance de mudanças expressivas de políticas econômicas nos EUA, principalmente em relação à tributação de grandes empresas norte-americanas, e notadamente o setor de tecnologia.

"Com isso, a incerteza em torno da eleição se dissipou e os investidores recuperaram o apetite pelo risco", afirma o analista de mercados Milan Cutkovic, da Axi.

Com um desfecho da eleição presidencial nos EUA, ele avalia que a pandemia de coronavírus voltará ao foco das atenções, mas destaca que os 'lockdowns' em curso não impediram a recuperação, pois investidores continuam a contar com os BCs e governos para apoiar a economia com medida de estímulos.

Nesse sentido, corroborava os ganhos anúncio da Pfizer de que a vacina experimental contra a Covid-19 que está desenvolvendo com a BioNTech mostrou ser 90% eficaz na prevenção da doença segundo dados iniciais de um estudo amplo.

As empresas disseram que até o momento não encontraram nenhuma preocupação de segurança com a candidata a imunizante e que esperam pedir autorização para uso emergencial da vacina nos EUA neste mês.

No Brasil, a temporada de resultados traz os balanços de Magazine Luiza, BRF e Yduqs, entre outros.

Da cena macroeconômica, a pesquisa Focus do Banco Central apurou aumento nas expectativas de inflação de 3,02% para 3,2% em 2020 e de 3,11% para 3,17% em 2021. Em paralelo, o Top-5, grupo dos que mais acertam as previsões, passou a ver Selic a 2,25% no ano que vem, de 2% antes.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário