China suspende importação de alimentos de 20 países por temor de casos de Covid

Publicado em 14/11/2020 13:26 e atualizado em 15/11/2020 16:02 633 exibições
China suspende importação de alimentos da cadeia fria devido à COVID-19, diz Xinhua

Beijing, 13 nov (Xinhua) -- A alfândega chinesa suspendeu a importação de produtos de 99 fabricantes de alimentos da cadeia fria de 20 países que relataram infecções de agrupamento de COVID-19 entre os empregados.

Esta ação veio em meio a medidas para evitar casos importados de COVID-19 via importação de alimentos da cadeia fria, destacou a Administração Geral das Alfândegas (AGA) em uma entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Entre as empresas, 82 suspenderam voluntariamente suas exportações para a China durante o surto epidêmico, revelou Bi Kexin, funcionário da AGA.

Os esforços foram intensificados para fortalecer o monitoramento de risco de COVID-19 em alimentos importados da cadeia fria por meio da realização de testes de ácido nucleico. Até a meia-noite de quarta-feira, a AGA tinha coberto 873.475 amostras, das quais 13 foram positivas.

A alfândega também tomará medidas preventivas de emergência, suspendendo a declaração de importação de fabricantes de alimentos estrangeiros por uma a quatro semanas com o vírus detectado em qualquer um de seus alimentos ou embalagens da cadeia fria.

A sanção foi aplicada contra oito produtores de alimentos estrangeiros e seis barcos de pesca até a meia-noite de quarta-feira, de acordo com a entidade.

Fonte:
Xinhua (estatal chinesa)

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário