Ações da China têm 3ª queda semana por preocupações com valores altos e tensões com Ocidente

Publicado em 18/06/2021 08:27 42 exibições

LOGO REUTERS

O mercado acionário da China terminou estável nesta sexta-feira, mas registrou a terceira queda semanal seguida devido a preocupações com os altos valores e com as tensões com o Ocidente.

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, ganhou 0,01%, enquanto o índice de Xangai teve variação negativa de 0,01%.

Na semana, o CSI300 caiu 2,3% e o SSEC perdeu 1,8%, ambos registrando a terceira semana de queda seguida.

Analistas e operadores disseram que valores altos de alguns setores, incluindo nova energia, saúde e empresas de consumo, tornaram-se um ponto focal de preocupação para os investidores, dada a falta de ímpeto de alta.

Somando-se às pressões na semana estiveram as tensões entre Pequim e o Ocidente. A China classificou na segunda-feira um comunicado conjunto do G7 que criticou Pequim por uma série de questões como interferência em assuntos internos do país.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,19%, a 28.964 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,85%, a 28.801 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,01%, a 3.525 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, avançou 0,01%, a 5.102 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,09%, a 3.267 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou baixa de 0,41%, a 17.318 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES valorizou-se 0,19%, a 3.144 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,13%, a 7.368 pontos.

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário