Minério de ferro atinge máxima de 3 semanas com otimismo na demanda chinesa

Publicado em 25/11/2021 08:32 41 exibições

Logotipo Reuters

Por Enrico Dela Cruz

(Reuters) - O minério de ferro registrou a quinta sessão consecutiva de alta nesta quinta-feira, com o contrato de referência de Dalian atingindo máxima de três semanas, enquanto os preços spot subiram acima de 100 dólares a tonelada, impulsionados pela melhora do sentimento em relação ao setor imobiliário da China.

O contrato do minério de ferro mais negociado de janeiro na Bolsa de Commodities de Dalian, na China, fechou em alta de 1,8%, a 611,50 iuanes (95,74 dólares) a tonelada, após atingir 629 iuanes na sessão, seu nível mais alto desde 2 de novembro.

O preço spot de referência do minério de ferro com teor de 62% na China saltou para 106,50 dólares a tonelada nesta quinta-feira, também o mais alto desde o início de novembro, de acordo com dados da consultoria SteelHome.

Na Bolsa de Cingapura, o contrato de dezembro da matéria-prima siderúrgica caía mais de 2,5% (às 8h15, horário de Brasília), para 100,45 dólares a tonelada, após um salto mais cedo.

"Os futuros do minério de ferro avançaram com as expectativas de uma recuperação na perspectiva da demanda", escreveram estrategistas de commodities da ANZ em uma nota. "Os mercados foram impulsionados por fortes anúncios chineses, incluindo mais suporte para seu setor imobiliário."

Alguns bancos chineses foram instruídos por reguladores financeiros a conceder mais empréstimos a imobiliárias para o desenvolvimento de projetos, informou a Reuters na segunda-feira, citando duas fontes bancárias, em esforços para aliviar as tensões de liquidez em todo o setor.

As preocupações com os problemas de endividamento das incorporadoras chinesas, setor que responde por cerca de um quarto da demanda doméstica de aço, aumentaram recentemente a pressão de queda nos preços do minério de ferro da maior produtora de aço do mundo.

O vergalhão de aço para construção na Bolsa de Futuros de Xangai subiu 0,9%, enquanto a bobina a quente avançou 1,3%. O aço inoxidável SHSScv1 ganhou 0,2%.

O carvão metalúrgico de Dalian disparou até 8,5% para seu maior valor desde 12 de novembro, e o coque subiu 2,4%.

(Reportagem de Enrico Dela Cruz em Manila)

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário