BC tem tomado devidas providências para que inflação atinja metas, diz Campos Neto

Publicado em 11/01/2022 17:40 22 exibições

Logotipo Reuters

BRASÍLIA (Reuters) - Em carta aberta enviada nesta terça-feira ao ministro da Economia para justificar o descumprimento da meta de inflação em 2021, o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou que o BC tem tomado as devidas providências para que o IPCA atinja as metas estabelecidas para 2022, 2023 e 2024.

Apesar de as projeções de mercado para este ano apontarem estouro do limite superior estabelecido, Campos Neto reforçou que o cumprimento da meta em 2022 segue no foco da autoridade monetária.

"O BC tem tomado as devidas providências para que a inflação atinja as metas para a inflação estabelecidas pelo CMN (Conselho Monetário Nacional), de 3,50% para 2022, 3,25% para 2023 e 3,00% para 2024", disse.

Para 2022, a meta de inflação é de 3,50%, com limite máximo de 5,00%. De acordo com o boletim Focus divulgado pelo BC, o mercado espera que a inflação ao consumidor medida pelo IPCA fique em 5,03% neste ano, ligeiramente acima do teto do intervalo de tolerância.

Campos Neto replicou avaliação do Comitê de Política Monetária (Copom) de que, diante do aumento de suas projeções e do risco de desancoragem das expectativas para prazos mais longos, é apropriado que o ciclo de aperto monetário avance significativamente em território contracionista.

"O Comitê irá perseverar em sua estratégia até que se consolide não apenas o processo de desinflação como também a ancoragem das expectativas em torno de suas metas", disse.

(Por Bernardo Caram)

 

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário