Escassez de trabalhadores é parte de fenômeno duradouro, diz Barkin, do Fed

Publicado em 13/01/2022 15:53 19 exibições

Logotipo Reuters

NOVA YORK (Reuters) - A escassez de mão de obra, que tem dificultado que empresas encontrem os trabalhadores de que necessitam, pode persistir devido a tendências demográficas duradouras e desafios relacionados à pandemia, disse o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central norte-americano) de Richmond, Thomas Barkin, nesta quinta-feira.

"Acho que este é um fenômeno de longa duração e muito disso foi previsto há anos com a aposentadoria dos 'baby boomers', e todo o resto disso, e a desaceleração da imigração", afirmou Barkin durante um evento virtual organizado pela Associação de Banqueiros da Virgínia e pela Câmara de Comércio da Virgínia.

Ele disse que autoridades podem precisar aceitar que a participação na força de trabalho está "estagnada" por causa de questões demográficas e porque algumas pessoas têm reavaliado suas vidas e trabalhos.

(Jonnelle Marte)

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário