Bovespa segue NY e valoriza 0,78%; dólar atinge R$ 1,80

Publicado em 25/03/2010 16:28 396 exibições

O mercado brasileiro de ações ainda mostra valorização, mantendo a tendência vista desde abertura dos negócios desta quinta-feira. Os mercados mundiais têm um dia de trégua na crise da zona do euro. Principal referência dos negócios domésticos, as Bolsas americanas também registram ganhos, com a reação positiva dos investidores aos números mais recentes da economia local.

O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa paulista, valoriza 0,78%, aos 69.452 pontos. O giro financeiro é de R$ 2,77 bilhões. Nos EUA, a Bolsa de Nova York sobe 1,02%.

O dólar comercial é vendido por R$ 1,804, em um avanço de 0,11%. A taxa de risco-país marca 174 pontos, número 3,86% abaixo da pontuação anterior.

Entre as principais notícias do dia, o Departamento de Trabalho dos EUA apontou uma queda na demanda pelos benefícios do auxílio-desemprego, que é um importante termômetro das condições do mercado de trabalho local. Foram feitos 442 mil pedidos de auxílio-desemprego -- ou 14 mil a menos do que na semana passada. É o menor volume das últimas seis semanas.

Agências internacionais reportam que Alemanha e França finalmente chegaram a um acordo em torno de programa de auxílio à Grécia, país da zona do euro mergulhado numa série crise financeira, que ameaça a estabilidade da região. Ainda não há informações oficiais.

No front doméstico, o IBGE anunciou uma taxa de desemprego de 7,4% em fevereiro ante 7,2% em janeiro. Trata-se da menor taxa para um mês de fevereiro desde 2002, início da série histórica.

E o Banco Central avalia que aumentou o risco de a inflação sair de um "cenário benigno", o que justificaria uma alta nos juros no próximo encontro. A análise consta da ata do Copom (colegiado de diretores do BC), relativa à reunião da semana passada, quando se decidiu pela manutenção da taxa básica em 8,75% ao ano.

Fonte:
Folha Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário