São Paulo: Diretores do Banco Mundial visitam programa para produtores rurais

Publicado em 14/05/2010 12:56 e atualizado em 14/05/2010 13:34 371 exibições

Nos dias 18 e 19 de maio, diretores do Banco Mundial para a área de agricultura e desenvolvimento sustentável visitam o Estado de São Paulo para conferir os resultados do Programa Estadual de Microbacias Hidrográficas, desenvolvido pelo Governo Estadual, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, executado pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati) entre 2000 e 2008. Os executivos também vão conhecer as potencialidades da fase dois do programa, cujo acordo financeiro entre as partes deve ser assinado ainda este ano.

O acordo envolve quase U$ 130 milhões para a implantação de práticas de sustentabilidade e competitividade econômica em pequenas propriedades rurais, direcionadas para regiões prioritárias do Estado. Os critérios de escolha das áreas consideraram ocorrência de agricultura familiar, participação do município no PIB estadual, necessidade de geração de emprego e renda até o índice de degradação erosiva do solo. “Será um dos mais importantes acordos do banco para a área de agricultura familiar na América Latina”, afirma o secretário da Pasta, João Sampaio.

O período de visita deverá balizar as autoridades do Banco Mundial para o fechamento do acordo. Acompanhados pelo secretário-adjunto de Agricultura e Abastecimento, Antonio Julio Junqueira de Queiroz, eles cumprirão um roteiro que inclui visitas a propriedades rurais, encontro com associações de produtores e reuniões com autoridades do Governo Estadual.

Os representantes do banco que vêm a São Paulo são Juergen Voegelle, diretor do Departamento de Agricultura e Desenvolvimento Rural; Makthar Diop, diretor do Banco Mundial para o Brasil; Ethel Sennhauser, gerente de Desenvolvimento Rural Sustentável do Departamento de Agricultura do banco para a América Latina e Caribe; Mark Lundell, diretor da área de Desenvolvimento Ambiental e Socialmente Sustentável no escritório do Banco Mundial no Brasil.

 

Fonte:
Secr. de Agr. de SP

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário