Bovespa retrocede para menor nível deste setembro; dólar atinge R$ 1,84

Publicado em 19/05/2010 15:07 162 exibições

O mercado brasileiro de ações opera em seu menor nível de preços desde a primeira quinzena de setembro. Bolsas europeias e americanas também desvalorizam. Investidores temem os desdobramentos da crise na Europa e reagem negativamente à iniciativa da Alemanha para vetar certas operações financeiras (vendas a descoberto, sem garantias).

O índice Ibovespa, termômetro dos negócios da Bolsa paulista, cai 2,09%, aos 59.569 pontos. O giro financeiro é de R$ 5,88 bilhões. Nos EUA, o índice Dow Jones (da Bolsa de Nova York), perde 0,71%.

Na Europa, a Bolsa de Londres fechou em queda de 2,81%; a Bolsa de Frankfurt retraiu 2,71%, enquanto a Bolsa parisiense cedeu 2,92%.

O dólar comercial é cotado por R$ 1,843, em um avanço de 1,15% sobre o fechamento de ontem. A taxa de risco-país marca 229 pontos, número 3,15% acima da pontuação anterior.

Entre as principais notícias do dia, o CPI (Índice de Preços ao Consumidor, na sigla em inglês) apontou deflação de 0,1% em abril nos EUA. O chamado núcleo do indicador, que exclui do cálculo geral os preços mais voláteis, ficou estável.

No front doméstico, a inflação medida pelo IGP-M (Índice Geral de Preços - Mercado), usado como referência na maioria dos contratos de aluguel, apresentou alta de 0,95% em abril. No mesmo período do mês anterior a variação foi de 0,50%.

O Banco Central revelou que o fluxo cambial do país está positivo em US$ 2,736 bilhões na primeira quinzena de maio (até o dia 14). O BC também divulgou a estimativa de que a economia brasileira teve um crescimento de quase 10% no primeiro trimestre deste ano.

As estimativas do mercado financeiro, bancos e do governo para o PIB deste ano giram em torno de 6% e 7%.

O mercado aguarda ainda a divulgação da ata do Fomc (Comitê de Política Monetária do banco central americano), documento que deve trazer uma visão das autoridades monetárias dos EUA sobre a recuperação econômica desse país.

Fonte:
Folha Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário