Cinco regiões dos EUA apresentam crescimento moderado, aponta relatório do BC

Publicado em 08/09/2010 16:08
236 exibições

A economia dos Estados Unidos voltou a crescer, em ritmo moderado, em cinco das 12 principais regiões do país, segundo o relatório "Bege Book" do Fed (Federal Reserve, o banco central norte-americano), divulgado nesta quarta-feira. O levantamento é feito a partir dos relatórios das 12 divisões regionais do Fed.

O crescimento econômico moderado foi sentido no oeste de Saint Louis, Minneapolis, Kansas City, em Dallas, e São Francisco. Os relatórios de Boston e Cleveland também apontam para uma evolução positiva ou melhoria em comparação com o período anterior.

Já os sinais de desaceleração da economia norte-americana continuaram a ser sentidos durante o período de julho até o final de agosto nas cinco regiões restantes. OS distritos de Nova York, Filadélfia, Richmond, Atlanta, Chicago aprensentaram condições sem direção definidas (oscilando desaceleração na atividade econômica e melhoria no ritmo). O que, segundo o Fed, configura, uma recuperação ainda lenta em comparação com aos períodos anteriores.

Na avaliação do banco, o consumidor continua limitando seus gastos a compra essenciais, o que demonstra uma mudança de postura de consumo, conforme já havia anunciado o indicador Michigan Sentiment.

A atividade manufatureira aponta para uma maior expansão. Os produtores agrícolas continuam com demanda e vendas crescentes.

As vendas de casas novas seguiu em desaceleração após o fim dos estímulos governamentais fiscais (o programa "homebuyer") finalizados em junho. Segundo o relatório, o fim do estímulos "provocou um abrandamento da atividade de construção também e a demanda por imóveis comerciais continua bastante fraco". Mas o mercado de imóveis mostrou sinais de estabilização em algumas áreas, como a menor procura de empréstimos em instituições financeiras e melhorias modestas na qualidade do crédito.

A inflação ao consumidor, caracterizada pelas pressões altistas sobre os preços foi bastante limitada nos setores bens e serviços finais, informou o Livro Bege."Assim como as pressões salariais também foram limitados, embora alguns distritos observaram um aumento das pressões em um conjunto restrito de setores enfrentando um descompasso entre as necessidades de emprego e a oferta de mão de obra recorrente."

Os distritos reportados pelo "Livro Bege" são: Boston, New York, Philadelphia, Cleveland, Richmond, Atlanta,Chicago, St. Louis, Minneapolis, Kansas City, Dallas e San Francisco.

Fonte: Folha Online

Nenhum comentário