Bovespa cede 0,57% com instabilidade em Wall Street; dólar atinge R$ 1,68

Publicado em 05/11/2010 13:42
313 exibições

A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) acentua as perdas na rodada de negócios desta sexta-feira. As Bolsas americanas também operam com desvalorização, apesar dos números melhores do previsto contidos no relatório "payroll", sobre a criação de vagas nos EUA.

O índice Ibovespa, que reflete os preços das ações mais negociadas, retrocede 0,57%, aos 72.577 pontos. O giro financeiro é de R$ 2,22 bilhões. Nos EUA, o índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, oscila instável, em leve alta de 0,03%.

O dólar comercial é cotado por R$ 1,681, em leve alta de 0,17%. A taxa de risco-país marca 172 pontos, número 1,14% abaixo da pontuação anterior. O Banco Central já realizou seu primeiro leilão para compra de moeda, aceitando ofertas por R$ 1,6791 (taxa de corte).

ECONOMIA MUNDIAL

Entre as primeiras notícias do dia, o Departamento de Trabalho dos EUA reportou a criação de 151 mil vagas (já descontadas as demissões) no mercado de trabalho local no mês de outubro. Para setembro, o mesmo órgão indicou o fechamento de 41 mil vagas (dado revisado). Economistas do setor financeiro um resultado bem menos positivo para o mês passado, projetando a criação de somente 61 mil postos.

A taxa de desemprego ficou em 9,6%, em linha com as expectativas do mercado.

Ainda no front externo, a agência de estatísticas Eurostat anunciou que as vendas do setor varejista entre os países da zona do euro encolheram (0,2%) pelo segundo mês consecutivo, contrariando as projeções de uma pequena alta no mês de setembro.

BRASIL

O IBGE informou que, após uma nova revisão, o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) de 2008 foi de 5,2%, e não 5,1% como anteriormente divulgado. Sob a ótica da produção, a principal diferença foi constatada na indústria, cujo crescimento foi revisado de 4,4% para 4,1%.

EMPRESAS

O grupo Gerdau (siderurgia) anunciou um lucro de R$ 609 milhões para o terceiro trimestre deste ano, o que representa uma queda de 29% sobre o ganho do trimestre anterior e de 7% sobre o resultado de um ano antes.

A seguradora americana AIG reportou um prejuízo de US$ 2,4 bilhões, ou US$ 17,62 por ação, ante lucro de US$ 455 milhões, ou US$ 0,68 por ação, um ano antes.

Ontem à noite, o grupo de varejo Lojas Americanas informou um lucro líquido de R$ 45,1 milhões para o período do terceiro trimestre, montante quase seis vezes superior aos R$ 7,9 milhões obtidos um ano antes.

Fonte: Folha Online

Nenhum comentário