Brasil deve manter crescimento de 5,5%, afirma indústria

Publicado em 01/12/2010 14:43 191 exibições
O presidente da Confederação Nacional da Indústria, Robson Andrade, defendeu nesta quarta-feira a manutenção de uma taxa média de 5,5% de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro nos próximos anos .

Esse é, segundo ele, o nível ideal para que o país consiga dobrar a renda per capita a cada 15 anos e para a manutenção do crescimento sustentável.

No encontro nacional do setor nesta manhã, competitividade era a palavra de ordem. O termo vem sido usado pelos empresários para apontar uma solução ao forte avanço das importações no país. "Deixo uma coisa muito clara: a indústria quer isonomia de competição", afirmou Andrade em discurso.

Para o presidente do Conselho de Administração do Grupo Gerdau, Jorge Gerdau , o governo precisa frear a entrada de capitais estrangeiros no país para evitar maior valorização do real.

"A conquista do câmbio flutuante foi decisiva. Mas o montante de capital (estrangeiro) que queremos, nós que temos que decidir", afirmou. O setor de siderurgia é um dos mais prejudicados com o avanço das importações

O presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Social e Econômico), Luciano Coutinho, defende maior investimento em infraestrutura no país e a busca por inovação no desenvolvimento de produtos.

Segundo ele, os investimentos em infraestrutura para os próximos quatro anos somam R$ 1,6 trilhão, ante R$ 1 trilhão no quadriênio anterior. "É necessário mobilizar a indústria para aumentar a competitividade", afirma Coutinho, que defende a adoção de estratégias por setor.

Fonte:
Folha Online

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário