Alimentos desaceleram inflação pelo IPC-S a 0,87%

Publicado em 23/12/2010 08:30 202 exibições
O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou 0,87 por cento na terceira
prévia de dezembro, após alta de 1,06 por cento na segunda,  informou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) nesta quinta-feira.

"A principal contribuição para a desaceleração do índice  partiu do grupo Alimentação, cuja taxa passou de 2,45 para 1,82  por cento", afirmou a  FGV em nota.

O destaque de desaceleração entre os alimentos foram as  carnes bovinas, com avanço de 5,41 por cento agora ante 8,35 por cento antes, e as frutas, com elevação de 3,28 por cento
nesta leitura, após 5,13 por cento na anterior.

"Contribuíram também para o recuo da taxa do IPC-S, os  grupos Habitação (de alta de 0,41 por cento na segunda leitura do mês para 0,38 por cento), Vestuário (de 0,96 para 0,82 por cento) Saúde e cuidados pessoais (de 0,51 para 0,47 por cento)", acrescentou a FGV.

Esses arrefecimentos devem-se, respectivamente, às menores
altas de condomínio residencial, calçados e artigos de higiene
e cuidado pessoal.

As maiores quedas individuais de preços foram de
batata-inglesa, feijão carioquinha, melancia, pimentão e quiabo.

Veja abaixo a variação de preços dos principais grupos de
produtos e serviços:

3a prévia   2a prévia

- Alimentação:       +1,82%      +2,45%

- Habitação:         +0,38%      +0,41%

- Vestuário:         +0,82%      +0,96%

- Saúde:             +0,47%      +0,51%

- Educação:          +0,46%      +0,42%

- Transportes:       +0,60%      +0,57%

- Despesas diversas: +0,46%      +0,39%

Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário