AIE diz que crise na Líbia cortou menos de 1% do petróleo global

Publicado em 24/02/2011 17:10
A Agência Internacional de Energia (AIE) afirmou em um comunicado nesta quinta-feira que entre 500 e 750 mil barris diários de petróleo, ou menos de 1% do consumo global, foram retirados do mercado por causa da crise na Líbia.

A agência informou que continua acompanhando o desenvolvimento da situação, mas não citou especificamente a Líbia. O órgão disse também que está acompanhando os movimentos da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) sobre a vontade de aproveitar o excesso de capacidade para garantir abastecimentos adicionais se necessário.

O comunicado afirmou ainda que produtores e consumidores têm em mãos ferramentas para oferecer o volume necessário de petróleo ao mercado. Segundo a agência, os produtores possuem "ampla capacidade ociosa". De acordo com a AIE, seus membros possuem1,6 bilhão de barris de reservas petrolíferas de emergência à disposição, o que daria para cobrir importações por cerca de 145 dias.
Fonte:
Reuters

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário