AIEA aponta alta radiação fora da área de exclusão de usina no Japão

Publicado em 31/03/2011 08:21 134 exibições
A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) apontou altos níveis de radiação fora da zona de exclusão da usina nuclear japonesa de Fukushima e aconselhou o governo do Japão a analisar a situação com cuidado.

O organismo detectou níveis duas vezes maiores do que seu critério em um povoado a 40 quilômetros da planta nuclear. Foi estipulado um raio de 20 quilômetros em torno da usina de Fukushima para a retirada de moradores e um alerta para uma área de 20 quilômetros a 30 quilômetros da instalação para a saída voluntária dos habitantes.

A AIEA disse que seus especialistas mediram os níveis de iodo-131 e césio-137 no solo ao redor da usina entre os dias 18 e 26 deste mês. A medição realizada no povoado de IItate, a 40 quilômetros a noroeste do complexo nuclear de Fukushima, foi o dobro do critério operacional do organismo para a retirada de pessoas.

O porta-voz do governo japonês, Yukio Edano, disse a jornalistas ter sido notificado das descobertas da AIEA e que os níveis de radiação em Iitate não vão ter impacto imediato na saúde, mas podem ser prejudiciais às pessoas se houver exposição por um longo período. Acrescentou que o governo vai acompanhar o efeito de longo prazo e tomar as medidas necessárias.

As informações são da TV japonesa NHK.

Fonte:
Valor Online

0 comentário