Após desgastes internos, Marina Silva anuncia hoje sua saída do PV

Publicado em 07/07/2011 07:47 189 exibições
A ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva deve anunciar em ato público em São Paulo, nesta quinta-feira (7), sua saída do Partido Verde (PV). A decisão acontece nove meses após o primeiro turno da eleição para a Presidência da República, quando Marina saiu politicamente fortalecida ante seus cerca de 20 milhões de votos, e já em meio aos acordos partidários que antecedem a sucessão municipal de 2012.

Em Berlim --onde a ex-senadora ministrou esta semana palestra sobre desenvolvimento sustentável, a convite da Fundação Heinrich Boll, e também onde participou de congresso organizado pelo PV alemão--, Marina evitou falar taxativamente sobre sua saída do partido. Porém, sinalizou que pretende se lançar em um “novo movimento político-social para pensar novas alternativas políticas”.

Lideranças do PV e pessoas próximas à senadora, ouvidas pela reportagem do UOL Notícias, garantiram que a saída é irrevogável --com pouca ou nenhuma chance de ingresso em outra legenda.

Há semanas a desfiliação é cogitada, em meio a desgastes internos que se arrastam pelo menos desde março com a cúpula do PV. Em março, reportagem da Folha de S.Paulo antecipava a disposição da ex-senadora em deixar o PV após o presidente do partido, o deputado federal José Luiz Penna (SP), ter liderado uma manobra na Executiva Nacional para prorrogar o próprio mandato.

A reportagem tentou ouvir Penna sobre a saída de Marina, mas a assessoria de imprensa da legenda informou que ele se manifestaria, “talvez”, apenas após o anúncio da colega na capital paulista.

Fonte:
UOL Notícias

0 comentário