Bernanke pede ao Congresso que evite a moratória dos EUA

Publicado em 14/07/2011 14:18 e atualizado em 14/07/2011 15:04 266 exibições
O presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, pediu nesta quinta-feira ao Congresso que aprove o aumento do empréstimo nacional e evite que os Estados Unidos entrem em moratória.

'O Congresso deve dar todos os passos possíveis para evitar a suspensão do pagamento da dívida e a mera impressão que possa

Inflação mantém Fed cauteloso sobre mais estímulos, diz Bernanke

O presidente do Federal Reserve (Fed), Ben Bernanke, disse que a inflação deste ano é um dos motivos pelo qual a autoridade monetária não vai adotar imediatamente em uma terceira rodada de compra de títulos. "Não estamos preparados neste momento para tomar mais ações (para estimular a economia dos Estados Unidos)", comentou em audiência na Comissão de Assuntos Bancários do Senado dos EUA.

Ele pediu aos congressistas que tenham em mente que a recuperação da economia americana ainda está em um momento delicado quando considerarem ações para reduzir o endividamento e o déficit do país. "No curto prazo, a recuperação ainda é frágil", comentou Bernanke. Ele ainda disse que cortes "significativos" no déficit podem afetar a retomada dos EUA.

Ontem, depois de Bernanke acenar que o Fed poderia dar mais estímulos à economia se houver necessidade, a agência Moody's avisou que pode rebaixar o rating dos EUA por causa da questão do limite de endividamento. Para a Moody's, há pouco tempo para Casa Branca e Congresso chegarem a um acordo sobre a ampliação do teto da dívida e evitarem um default.

Fonte:
EFE + Valor Online

0 comentário