Dívida pública interna avança 3,86% em junho, para R$ 1,7 trilhão

Publicado em 21/07/2011 15:27 177 exibições
 O estoque da dívida pública mobiliária federal interna (DPMFI) cresceu 3,86% em junho, para R$ 1,729 trilhão, depois de ficar em R$ 1,665 trilhão em maio.

Os dados constam de relatório do Tesouro Nacional divulgado há pouco. O avanço está relacionado com a emissão líquida no valor de R$ 48,6 bilhões, somado à apropriação de juros no valor de R$ 15,65 bilhões.

O relatório do Tesouro informa a composição da DPMFI por indexador, após operações de swap cambial – onde títulos públicos entram como garantia - do Banco Central (BC).

A parcela referenciada na taxa Selic caiu de 35,14% em maio para 33,12% em junho, equivalente a R$ 572,88 bilhões. A parcela prefixada subiu de 37,43% em maio para 39,10% em junho, somando R$ 676,29 bilhões.

A dívida atrelada a índice de preços evoluiu de 27,97% do total em maio para 28,14% em junho, equivalente a R$ 486,66 bilhões.

Na parcela atrelada a câmbio, o Tesouro ficou credor em R$ 6,37 bilhões ou 0,37% da dívida total, contra uma posição também credora em maio, de 0,54% do total da dívida.

Fonte:
Valor Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário