Polarização política nos EUA representa risco para rating, diz Moody's

Publicado em 08/08/2011 11:19 376 exibições
A agência Moody's espera a continuidade da recuperação econômica dos Estados Unidos, mas alertou que a polarização política no país é um risco para a nota soberana americana. "Esperamos que a retomada da economia continue e que as iniciativas de redução de déficit orçamentário sejam colocadas em curso até 2013", disse a agência em comunicado. "

A Moody's disse que os partidos políticos parecem compartilhar de metas similares de redução do déficit, mas "o desacordo entre as duas legendas sobre como conseguir essa redução e as dificuldades experimentadas em alcançar um compromisso referente ao aumento do teto da dívida destacam os riscos da polarização política".

A observação veio depois de a agência S&P reduzir na sexta-feira passada o rating dos Estados Unidos de "AAA" para "AA+", com perspectiva negativa. Ontem, o secretário do Tesouro americano, Timothy Geithner, disse que a S&P mostrou um "terrível julgamento" com a iniciativa e ressaltou que os títulos do Tesouro americano são tão seguros quanto antes do rebaixamento do rating americano.

A Moody's e a Fitch não cortaram a nota de crédito dos Estados Unidos, mas avisaram que podem reduzi-la.

No fim de semana, artigo do executivo-chefe da empresa de investimentos Pimco, Mohamed El-Erian, publicado no Financial Times (FT) abordou que deve haver um longo debate se a ação da S&P foi justificada. "Essa ação histórica foi realizada, e o sistema global deve ajustar-se. Existem consequências, incertezas", observou.

El-Erian notou que, até pouco tempo atrás, era impensável que os Estados Unidos perdessem o rating "AAA", o mais alto, e que "livre de risco" e "Treasuries" eram termos intercambiáveis - "tanto que o sistema financeiro global foi construído e estava operando na suposição de que o 'AAA' dos EUA era uma constante, e não uma variável".

Fonte:
Valor Online

0 comentário