Dólar cai mais de 1% , mercado "assimila" novo rating dos EUA

Publicado em 15/08/2011 12:34 201 exibições
O dólar permanece em trajetória de queda ante as principais moedas rivais, enquanto as bolsas de valores em Wall Street e em São Paulo registram alta, graças a notícias corporativas.

Por volta das 12h15, o dólar comercial recuava 1,05%, cotado a R$ 1,592 na compra e a R$ 1,594 na venda. No mercado futuro, o contrato de setembro negociado na BM&FBovespa tinha queda de 1,20%, a R$ 1,602.

No câmbio externo, o euro registrava alta de 1,42% em relação ao dólar, a US$ 1,444. O Dollar Index, que mede o desempenho da moeda americana ante seis divisas, tinha baixa de 0,99%, aos 73,83 pontos.

Não aconteceu nada que indicasse uma mudança substancial do cenário externo, mas os agentes do mercado parecem ter assimilado o rebaixamento do rating dos Estados Unidos.

“Os EUA não deixaram de ser uma grande potência. Quando a Standard & Poor's rebaixou sua nota (de ´AAA´ para ´AA+´), nada tinha mudado nas condições econômicas do país. Com o tempo, o impacto inicial dessa notícia se dissipou”, analisa o gerente de câmbio da Treviso Corretora de Câmbio, Reginaldo Galhardo.

O especialista lembra que a política monetária dos EUA não mudará logo, conforme sinalizou o Federal Reserve (Fed, o banco central americano). A situação continua delicada para Grécia, Espanha, entre outros, porém a atuação do Banco Central Europeu (BCE), que segue comprando títulos desses países, impede um cenário pior.

No mercado interno, as condições seguem favoráveis ao investimento estrangeiro. “O fluxo de recursos para cá continua forte, porque as condições no Brasil continuam possibilitando ganhos altos e rápidos aos não residentes”, afirma.

Fonte:
Valor Online

0 comentário