Preço do ouro registra novo recorde

Publicado em 22/08/2011 10:18 375 exibições
Metal é 'refúgio' de investidores que fogem do risco em tempos de crise. Cotação superou pela primeira vez na história os US$ 1.890 a onça.
O ouro alcançou nesta segunda-feira (22) o recorde de US$ 1.890 a onça em Londres e Nova York em meio a preocupações de crescimento mais brando da economia. Além disso, a crise da dívida acentuou a demanda por barras de ouro como proteção das riquezas. A platina atingiu o nível mais alto em três anos.

"O ouro ainda é um porto seguro. Enquanto as pessoas temerem por uma recessão nos Estados Unidos e pelos problemas da dívida na zona do euro, o ouro vai continuar demandado", observou Peter Fertig, dono do Quantitative Commodity Research Ltd. em Hainburgo, na Alemanha, por telefone.

O ouro está no 11º ano de mercado altista, a série de ganhos mais longa desde ao menos 1920 em Londres, uma vez que os investidores buscam diversificar seus ativos além das ações e de algumas moedas.

O movimento é impulsionado por sua condição de "refúgio" do meta frente à queda das bolsas mundiais por temores sobre o crescimento econômico mundial. O ouro costuma ser bastante procurado em momentos de incerteza por ser considerado um investimento mais seguro que outros diante de fortes oscilações nos negócios.

Fonte:
G1

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário