Ibovespa cai e perde os 57 mil pontos, mas acumula alta na semana

Publicado em 02/09/2011 15:13 409 exibições
O mercado acionário brasileiro aprofundou as perdas na tarde desta sexta-feira, enquanto o dólar acentuou a trajetória positiva já vista desde o início dos negócios.

Desde a abertura, o enfraquecimento do mercado de trabalho americano diminui o apetite por risco dos investidores e adiciona pressão sobre os próximos passos do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA) para estimular a economia do país.

A cena europeia também não dá trégua, em meio às contínuas preocupações com o elevado déficit da Grécia. A missão de inspetores internacionais que esteve no país fez bom progresso, mas deixou temporariamente Atenas para permitir que as autoridades do país completem o trabalho técnico relacionado com o Orçamento de 2012 e as reformas estruturais. A observação conta de nota conjunta da Comissão Europeia, Banco Central Europeu (BCE) e Fundo Monetário Internacional (FMI) divulgada nesta sexta-feira.

No Brasil, as notícias internacionais apenas reforçam o movimento vendedor, com os investidores embolsando parte dos lucros recentes. O Ibovespa ganhou 9,8% nas últimas cinco jornadas e a redução da taxa Selic deu mais reforço à melhora de humor.

Por volta das 15h, o Ibovespa recuava 2,45%, aos 56.692 pontos. O volume negociado estava em torno de R$ 3,45 bilhões. Ainda assim, o índice caminha para uma semana de valorização em torno de 6,3%.

Dentre as chamadas “blue chips”, Petrobras PN cedia 4,23%, a R$ 20,15, e Vale PNA recuava 2,17%, a R$ 40,10.

As maiores quedas do índice ainda eram lideradas pelas ações Petrobras ON  (-4,87%, a R$ 22,04), Brookfield ON (-5,00%, a R$ 7,03) e ALL ON (-5,58%, a R$ 9,13).

Já as principais altas, minoria neste pregão, partiam de papéis como TAM PN (4,92%, a R$ 36,20) e das elétricas Eletropaulo PN (2,06%, a R$ 29,65), Transmissão Paulista PN (1,35%, a R$ 48,75) e Cesp PNB (1,08%, a R$ 29,87).

Em disputa acirrada com o grupo Neoenergia, a Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (CTEEP) venceu com deságio de 38% o segundo maior lote do leilão de transmissão. O lote L é referente à construção de quatro linhas de transmissão e duas subestações na Paraíba e em Pernambuco. A receita anual é de R$ 68,9 milhões.

Mais cedo, a companhia, que pertence ao grupo estatal colombiano ISA., arrematou o lote K, com deságio de quase 50% e receita anual de R$ 4,39 milhões.

Em Wall Street, as bolsas caem pelo segundo dia. O índice Dow Jones recuava 1,82%, o S&P 500 perdia 2,15% e o Nasdaq cedia 2,29%. Vale lembrar que o mercado americano estará fechado na segunda-feira por conta do feriado do Dia do Trabalho.

No mercado de câmbio, o dólar acelerou a trajetória de alta. A moeda americana subia, há pouco, 1,73%, a R$ 1,645 na venda.

Fonte:
Valor Online

0 comentário