Moody's faz rebaixamento menos severo de rating de bancos franceses

Publicado em 14/09/2011 09:53 207 exibições
A agência americana de classificação de risco Moody’s rebaixou os rating de dois grandes bancos franceses, o Société Générale e o Crédit Agricole. O corte na nota de crédito foi menos severo do que o mercado esperava, mas persistem as dúvidas sobre o setor bancário.

O rating do Crédit Agricole saiu de "Aa1" para "Aa2" e o do Société Générale passou de "Aa2" para "Aa3". O BNP Paribas continuou com a nota "Aa2". As notas dos três grandes bancos franceses continuam sob monitoramento para rebaixamento, enquanto a Moody’s considera as implicações da fragilidade dos bancos no acesso a financiamento.

"O rebaixamento é menos severo, mas manter as notas dos bancos em revisão significa que a incerteza sobre o rating final continuará a persistir’, afirmou Michael Seymonds, de Diawa Capital, em Londres.

Os mercados reagiram sem surpresa. O valor das ações dos bancos teve a maior queda esta manhã na Bolsa de Paris, com BNP Paribas e Société Générale caindo mais de 5% e Crédit Agricole recuando quase 4%.

O valor de mercado do Crédit Agricole e BNP Paribas tiveram queda de 49,95% e 45,36% desde o começo de julho. Investidores continuam inquietos com a dimensão das exposições de bancos franceses nos países mais endividados da zona do euro.

O Crédit Agricole, por exemplo, tem títulos de dívida pública da Itália no montante de 8,7 bilhões de euros, da Espanha, outros 1,7 bilhão de euros, de Portugal são 827 milhões de euros e da Irlanda, chegam a 144 milhões de euros. A exposição combinada representa 35% do capital Tier 1 (de melhor qualidade) do banco. Aplicando-se um corte de 21% no valor dos papéis da Grécia, a perda seria de 2,2 bilhões de euros, de acordo com o Daiwa Capital.

Fonte:
Valor Online

0 comentário