FMI revisa para baixo estimativa de crescimento da China para 2011 e 2012

Publicado em 20/09/2011 11:56 e atualizado em 21/09/2011 07:30 647 exibições
Em relatório de Perspectivas Econômicas Mundiais de setembro, o Fundo Monetário Internacional (FMI) baixou suas estimativas para o crescimento da China em 2011 e 2012. Já as projeções para a inflação no país foram elevadas. O Fundo também expressou confiança de que as medidas de aperto na China começam a ter efeito no combate à inflação.

Para 2011, o crescimento chinês deve atingir 9,5%, abaixo da estimativa de junho, de expansão de 9,6%, de acordo com o relatório. Já em 2012, a estimativa é de que a economia do país avance 9%, projeção também abaixo da previsão de junho de crescimento de 9,5%. Segundo o FMI, a expansão está perdendo ritmo por conta das "atuais políticas de aperto e da contribuição menor da demanda líquida externa".

O FMI ressaltou que as pressões inflacionárias permanecem, porém, as medidas de aperto têm tido algum efeito. "A inflação nos preços das propriedades e a expansão do crédito diminuíram dos níveis recorde recentes", destaca. Em agosto, Índice de preços ao consumidor, CPI (sigla em inglês),subiu 6,2% em base anual,levemente abaixo da alta de 6,5% registrada em julho.

Por:
Marília Pozzer
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário