Primavera marca aumento de chuva no Centro-Oeste e Sudeste do país

Publicado em 23/09/2011 14:37 402 exibições
Poucos minutos depois das 6h de hoje começou a primavera – período do ano que marca a transição de uma estação seca e fria para uma mais quente e úmida. A fase de chuvas, de acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), se intensifica a partir da segunda quinzena de outubro, sobretudo na faixa central do país.

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) informou que as chuvas devem ser mais intensas e frequentes nas regiões Centro-Oeste e Sudeste. Durante a primavera, começam as pancadas de chuva no final da tarde ou à noite, em razão do aumento do calor e da umidade. Em algumas ocasiões, podem ocorrer raios, ventos fortes e queda de granizo.

A Região Sul deve registrar poucas alterações nos totais mensais de chuva, pois a incidência deverá ser uniforme ao longo de todo o ano. Entretanto, a ocorrência de raios e de grandes quantidades de chuva em períodos relativamente curtos deve aumentar.

Entre os meses de setembro, outubro e novembro, a maior parte da Região Nordeste registra seca, exceto no sul dos estados do Piauí, Maranhão e no oeste da Bahia.

No centro-sul da Região Norte, o período chuvoso começa em outubro e novembro, com um aumento gradativo das pancadas de chuva e de trovoadas.

A expectativa é que, durante a primavera, as temperaturas aumentem gradativamente no Sul, Sudeste e Centro-Oeste. No Centro do país, as temperaturas máximas podem atingir valores elevados em função da forte radiação solar e da maior frequência de dias com céu claro.

Ainda assim, a estação pode registrar massas de ar frio intensas, capazes de provocar queda acentuada de temperatura no Centro-Sul do país. As regiões Norte e Nordeste são as únicas a registrar pouca variação de temperatura.

Fonte:
Agência Brasil

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário